Acompanhe:
seloMarketing

As marcas mais valiosas de 2019, segundo ranking da Interbrand

Em 2019, o valor total das 100 principais marcas chega a 2,3 trilhões de dólares, 5,7% a mais ante 2018

Modo escuro

Continua após a publicidade
Apple: na primeira posição com crescimento de 9%. (Zhang Peng/LightRocket/Getty Images)

Apple: na primeira posição com crescimento de 9%. (Zhang Peng/LightRocket/Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 17 de outubro de 2019 às, 18h23.

São Paulo - A Interbrand divulgou hoje (17) o seu estudo Best Global Brands, que lista as marcas mais valiosas do mundo. Apple, Google e Amazon aparecem na liderança no ranking. Mas há uma novidade: pela primeira vez, Uber e LinkedIn entram na classificação, respectivamente na 87ª posição (US$ 5,7 bilhões) e 8º lugar (US$ 4,8 bilhões).

Em 2019, o valor total das 100 principais marcas chega a 2,3 trilhões de dólares, 5,7% a mais ante 2018. Entre as que mais cresceram em relação ao ano passado, estão a Mastercard, em 62º lugar, com um incremento de 25% no valor da marca (US$ 9,4 bilhões) seguida pela Salesforce, que cresceu 24%, ocupando a 70º posição com um valor de US$ 8,4 bilhões. 

Para elaborar o ranking, a consultoria leva em conta três frentes: o desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca; o papel que a marca desempenha nas decisões de compra e a força competitiva da marca e sua capacidade de criar lealdade e, portanto, demanda e lucro ​​no futuro.

Este é o vigésimo ranking da Interbrand. Segundo Beto Almeida, CEO da consultoria no Brasil, os consumidores estão cada vez mais bem informados, mais conectados e mais exigentes nas suas escolhas. "A necessidade de transformar os consumidores em participantes ativos no dia a dia do negócio é crucial para conectar desejo com utilidade, o que no final das contas, gera valores extraordinários", avalia. 

Veja a seguir as 20 marcas mais valiosas segundo a Interbrand. O ranking completo está disponível aqui.

Classificação 2019MarcaMudança de valor da marcaValor da marca em US$
1Apple9%234.2 bilhões
2Google8%167.7 bilhões
3Amazon24%125.2 bilhões
4Microsoft17%108.8 bilhões
5Coca-Cola-4%63.3 bilhões
6Samsung2%61 bilhões
7Toyota5%56.2 bilhões
8Volkswagen5%50.8 bilhões
9McDonald's4%45.3 bilhões
10Disney11%44.3 bilhões
11BMW1%41.4 bilhões
12IBM- 6%40.4 bilhões
13Intel- 7%40.2 bilhões
14Facebook- 12%39.8 bilhões
15Cisco3%35.5 bilhões
16Nike7%32.3 bilhões
17Louis Vuitton14%32.2 bilhões
18Oracle1%26.3 bilhões
19GE- 22%25.5 bilhões
20SAP10%25 bilhões

 

Últimas Notícias

Ver mais
Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som
Casual

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som

Há 2 dias

Crocs e Pringles se unem em collab e lançam bota com espaço para guardar lata de batatas
seloMarketing

Crocs e Pringles se unem em collab e lançam bota com espaço para guardar lata de batatas

Há 3 dias

Gympass agora é Wellhub: dos check-ins em academias ao bem-estar holístico
Tecnologia

Gympass agora é Wellhub: dos check-ins em academias ao bem-estar holístico

Há uma semana

CCE, Toshiba, Gradiente e Sharp: o que aconteceu com as marcas de eletrônicos famosas no passado
Tecnologia

CCE, Toshiba, Gradiente e Sharp: o que aconteceu com as marcas de eletrônicos famosas no passado

Há 2 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais