Acompanhe:
seloMarketing

As 100 marcas mais valiosas do mundo em 2011

Apple valoriza 58% em um ano, mas Coca continua liderando; ranking não traz nenhuma brasileira

Modo escuro

Continua após a publicidade
Coca-Cola: vendida em mais de 200 países e há 125 anos no mercado, marca vale 71,861 bilhões de dólares (Michael Pugh)

Coca-Cola: vendida em mais de 200 países e há 125 anos no mercado, marca vale 71,861 bilhões de dólares (Michael Pugh)

C
Cris Simon

Publicado em 4 de outubro de 2011 às, 15h52.

São Paulo - A Apple aumentou seu valor de marca em 58% e desbancou a Nokia do top 10 no ranking das marcas mais valiosas do mundo, de acordo com a consultoria de branding Interbrand.

O levantamento, divulgado hoje, posiciona a Coca-Cola na liderança pelo 12º ano consecutivo - a marca vale 71, 861 bilhões de dólares - e mostra o enorme crescimento da grife criada por Steve Jobs, que saltou nove posições e passou a ocupar o 8º lugar, valendo 33, 492 bilhões de dólares. No ano passado (veja o ranking de 2010), quando estava na 17º posição, a marca já havia valorizado 37%.

As marcas de tecnologia continuam sendo as que mais crescem. Sete das 10 mais valiosas são desse segmento: IBM (2°), Microsoft (3°), Google (4°), GE (5°), Intel (7°), Apple (8ª) e Hewlett-Packard (10°).

Apple, Amazon.com (26°), Google e Samsung (17°) foram as quatro empresas que mais subiram posições no ranking. Uma das poucas novatas é a HTC (98°), fabricante de aparelhos móveis.

A escalada dessas marcas torna ainda mais aparente a fragilidade da Nokia, que com uma perda de 15% no valor de marca, caiu para a 14ª colocação. A explicação para a queda, segundo Alejandro Pinedo, diretor da Interbrand do Brasil, pode estar no atraso da empresa perante as concorrentes na hora de acompanhar o que os consumidores mais procuram:

"A Nokia perdeu o bonde dos smartphones. A marca vem fazendo movimentos para se recuperar, como uma parceria com a microsoft, por exemplo, mas só poderemos ver se isso trará resultados a partir dos próximos rankings", explica.

Além das marcas de tecnologia, o último ano foi marcado também pelo ressurgimento da Nissan Motor, a segunda maior fabricante de veículos do Japão. Ausente das "Melhores Marcas Globais" desde 2007, a marca retornou ao ranking na 90° posição.

A recuperação da montadora, segundo Pinedo, foi possível graças à rápida capacidade de reação demonstrada depois dos tsunamis que atingiram o Japão no início deste ano.

O mercado de luxo também desponta com a Louis Vuitton (18°), Gucci (39°), Hermès (66°), Cartier (70°), Tiffany (73°), Moët & Chandon (77°), Armani (93°) e Burberry (95°).

"O único ano em que as marcas de luxo perderam valor foi em 2009, fruto da crise econômica. Fora isso, todas aumentaram de valor. Neste ano, a marca que mais chamou atenção foi a Burberry, que aumentou lucro e vendas, ampliou a quantidade de lojas e tem feito um trabalho brilhante de relacionamento com consumidores em redes socias. Tudo isso reflete positivamente para o valor da marca."

Outro setor de destaque é o mercado financeiro. Após a crise econômica de 2008, as marcas financeiras continuam lutando, especialmente as sediadas nos Estados Unidos.

Citi (42°), Barclays (79°), Credit Suisse (82°) e UBS (92°) viram uma pequena diminuição no valor de suas marcas no ranking deste ano.

O suíço Zurich (94°) e o espanhol Santander (68°) demonstraram comprometimento em reconquistar a confiança dos consumidores e em restabelecer uma forte ética nos negócios.

Veja as 10 mais valiosas em 2011

 Posição  Marca  Valor em bilhões (US$)  Variação em relação a 2010
1 Coca-Cola 71,861 2%
2 IBM 69,905 8%
3 Microsoft 59,087 -3%
4 Google 55,317 27%
5 GE 42,808 0%
6 McDonald's 35,593 6%
7 Intel 35,217 10%
8 Apple 33,492 58%
9 Disney 29,018 1%
10 Hewlett-Packard 28,479 6%

Veja o ranking completo.

Últimas Notícias

Ver mais
Os 12 melhores espumantes brasileiros, segundo um dos maiores guias do mundo
Casual

Os 12 melhores espumantes brasileiros, segundo um dos maiores guias do mundo

Há 6 horas

Google abre inscrições para o Programa de Estágio afirmativo com foco em tecnologia e negócios
seloCarreira

Google abre inscrições para o Programa de Estágio afirmativo com foco em tecnologia e negócios

Há 12 horas

Dia Mundial do Café: 8 franquias baratas para investir a partir de R$ 12 mil
seloNegócios

Dia Mundial do Café: 8 franquias baratas para investir a partir de R$ 12 mil

Há um dia

Por que vinhos produzidos com a uva Tannat têm sabores tão intensos?
Casual

Por que vinhos produzidos com a uva Tannat têm sabores tão intensos?

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais