Selic a 9,25% ao ano: quanto rendem R$ 5 mil, R$ 10 mil e R$ 15 mil?

Trata-se do sétimo aumento consecutivo da taxa e é maior patamar da taxa Selic desde julho de 2017
Selic: nova taxa muda rentabilidade da poupança (Marcello Casal jr/Agência Brasil)
Selic: nova taxa muda rentabilidade da poupança (Marcello Casal jr/Agência Brasil)
Por Karla MamonaPublicado em 08/12/2021 18:42 | Última atualização em 08/12/2021 18:42Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu, nesta quarta-feira, 8, aumentar a taxa básica de juro da economia, a Selic, de 7,75% ao ano para 9,25% ao ano. Trata-se do sétimo aumento consecutivo da taxa e é maior patamar desde julho de 2017.

Com este último aumento no ano, a expectativa é que a Selic alcance os dois dígitos no início de 2022. A projeção da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima),  é que o juro suba mais 1,5% na primeira reunião do Copom do próximo ano, para 10,75%, com mais dois aumentos, de 0,75% e de 0,25% respectivamente, nos encontros seguintes, chegando a 11,75% em maio. O patamar ficará estabilizado até outubro, quando devem ocorrer duas quedas consecutivas de 0,25% para que a Selic finalize 2022 a 11,25%.

"A maioria dos economistas que participam das nossas projeções acredita que esse ritmo acelerado de aumento dos juros está relacionado à persistência da inflação, em um cenário que se tornou ainda mais desafiador após a alteração do teto de gastos", afirma Fernando Honorato, coordenador do Grupo Consultivo Macroeconômico da Anbima.

Investimentos

Com a Selic em 9,25% ao ano, investimentos de renda fixa, como CDBs com taxas pós-fixadas, fundos DI e títulos do Tesouro Selic se tornam mais atrativos ao investidor por dois motivos: carrego e possibilidade de ganhos turbinados no curto prazo.

BAIXE O E-BOOK GRATUITAMENTE E APRENDA A INVESTIR COM SEGURANÇA EM MOMENTOS DE INCERTEZAS DO MERCADO

O carrego significa o acúmulo de juros diários incorporado ao título. Como boa parte das aplicações da renda fixa é atrelada ao CDI, estes investimentos passam a render mais a partir da alta de 1 ponto percentual.

A boa notícia para o investidor de renda fixa é que há projeção de aumentos adicionais da taxa Selic no próximo ano, que irão aumentar ainda mais o carrego. É importante que o investidor analise a rentabilidade e os custos de cada aplicação.

O Tesouro Selic pode ser uma boa opção para quem está montando a reserva de emergência, já que o título é líquido e mantém o poder de compra do investidor ao longo do tempo. Outra possibilidade é investir em um fundo DI simples (que aplica toda a carteira no Tesouro Selic) com taxa zero de administração.

Como fica a poupança com a nova taxa Selic

Com o aumento da Selic, ficando acima de 8,5% ao ano, a rentabilidade da poupança muda. Isso porque quando Selic fica acima de 8,5% ao ano  depósitos feitos na caderneta depois de 2012 voltam a ter remuneração de 0,5% ao mês, mais a taxa referencial (TR), hoje zerada.

Em termos práticos e já fazendo os cálculos: com a Selic igual ou acima de 8,5% ao ano, o rendimento anual da caderneta de poupança será de 6,17% ao ano, acrescido da TR.

Quanto rende cada investimento com a alta da Selic

A seguir, veja uma simulação de quanto 5.000, 10.000 e 15.000 reais rendem na poupança, em um CDB, em um fundo DI ou no Tesouro Selic, em diferentes prazos, considerando que o investidor resgate o valor após o período estipulado.

Na simulação, foi considerada a taxa da curva de juros vigente no dia da publicação desta matéria (a curva de juros muda diariamente). Os valores da simulação já descontam o imposto de renda, cobrado em todas as aplicações, exceto na poupança, que é isenta.

Quanto rende R$ 5 mil

Meses Poupança* CDB 90% do CDI (bancos grandes) CDB 110% do CDI (bancos médios) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano** Tesouro Selic***
6 R$5.171,32 R$5.183,83 R$ 5.223,80 R$ 5.185,20 R$5.194,72
12 R$5.348,50 R$5.409,94 R$ 5.501,03 R$5.415,48 R$5.435,88
18 R$5.531,76 R$5.645,17 R$ 5.792,05 R$5.653,87 R$5.686,78
24 R$5.721,29 R$5.889,66 R$6.097,25 R$5.900,31 R$5.947,49
30 R$5.917,32 R$6.115,99 R$6.382,47 R$6.127,63 R$6.189,03

* A TR considerada foi zero. Não há desconto de imposto de renda nesta aplicação.
** Foi utilizada a curva de juros para cada prazo vigente na data da matéria. 

Quanto rende R$ 10 mil

Meses Poupança* CDB 90% do CDI (bancos grandes) CDB 110% do CDI (bancos médios) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano** Tesouro Selic***
6 R$10.342,63 R$10.367,79 R$10.447,77 R$10.370,56 R$10.389,60
12 R$10.697,00 R$10.819,87 R$11.002,06 R$10.830,97 R$1.871,77
18 R$11.063,51 R$11.290,34 R$11.584,10 R$11.307,74 R$11.373,55
24 R$11.442,58 R$11.779,32 R$12.194,50 R$11.800,62 R$11.894,99
30 R$11.834,64 R$12.232,75 R$12.765,91 R$12.256,12 R$12.378,94

* A TR considerada foi zero. Não há desconto de imposto de renda nesta aplicação.
** Foi utilizada a curva de juros para cada prazo vigente na data da matéria. 

Quanto rende R$ 15 mil

Meses Poupança* CDB 90% do CDI (bancos grandes) CDB 110% do CDI (bancos médios) Fundo de DI com taxa de 1% ao ano** Tesouro Selic***
6 R$15.513,95 R$15.551,69 R$15.671,65 R$15.555,84 R$15.584,40
12 R$16.045,50 R$16.229,81 R$16.503,10 R$16.246,45 R$16.307,65
18 R$16.595,27 R$16.935,51 R$17.376,15 R$16.961,61 R$17.060,33
24 R$17.163,87 R$17.668,08 R$18.291,75 R$17.700,93 R$17.842,48
30 R$17.751,96 R$18.349,13 R$19.148,86 R$18.384,19 R$18.568,41

* A TR considerada foi zero. Não há desconto de imposto de renda nesta aplicação.
** Foi utilizada a curva de juros para cada prazo vigente na data da matéria.