Acompanhe:

A nova aposta de Warren Buffett: o mercado imobiliário

A empresa do bilionário americano comprou ações de três construtoras residenciais apesar do cenário crítico do mercado imobiliário nos Estados Unidos

Modo escuro

Continua após a publicidade
Warren Buffett: carteira da Berkshire Hathaway soma US$ 350 bilhões (by Monica Schipper/WireImage)/Getty Images)

Warren Buffett: carteira da Berkshire Hathaway soma US$ 350 bilhões (by Monica Schipper/WireImage)/Getty Images)

A Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, fez uma mudança em sua carteira de investimentos. A empresa do bilionário americano comprou ações de três construtoras residenciais no último trimestre: Lennar, NVR e D.R. Horton. As posições somam US$ 814 milhões.

Segundo formulários enviados à SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos), a maior posição comprada foi na D.R. Horton: cerca de 6 milhões de ações por US$ 726 milhões. A companhia é a maior construtora residencial nos Estados Unidos e teve um aumento de 37% nos pedidos de vendas no último trimestre.

O bom momento da construtora está diretamente relacionado a preferência do consumidor, que tem optado por imóveis na planta, em um momento de aumento do valor da hipoteca no país. A aposta no mercado imobiliário parece tímida perto da carteira robusta da Berkshire Hathaway, que soma US$ 350 bilhões.

Segundo a imprensa americana, a compra de ações dessas empresas pode indicar a companhia se mostra otimista com o mercado imobiliário americano.

Outras mudanças

A empresa de Buffett fez vários outros ajustes em seu portfólio durante o segundo trimestre, incluindo a redução do tamanho de suas participações na General Motors e na Globe Life, ao mesmo tempo em que aumentou seu investimento na Capital One. A Berkshire quase reduziu pela metade sua participação na GM de 40 milhões de ações para 22 milhões.

A Berkshire Hathaway agora tem cerca de12,5 milhões de ações da Capital One, ante 9,9 milhões em março. Além disso, não tem mais investimentos na Marsh & McClennan, McKesson Corp. e Vitesse Energy. As maiores participações da Berkshire nas ações da Apple e do Bank of America permaneceram inalteradas.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Além da ex-professora: conheça os bilionários que estão abrindo mão de suas fortunas
seloNegócios

Além da ex-professora: conheça os bilionários que estão abrindo mão de suas fortunas

Há 12 horas

Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3) caem e derrubam bolsa; índice voltou para os 130 mil pontos
seloMercados

Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3) caem e derrubam bolsa; índice voltou para os 130 mil pontos

Há 14 horas

Apple desiste de carro elétrico, EUA revisa PIB e balanços: 3 assuntos que movem o mercado
seloMercados

Apple desiste de carro elétrico, EUA revisa PIB e balanços: 3 assuntos que movem o mercado

Há 16 horas

Bolsas da Europa fecham mistas com Frankfurt em destaque; Casino sobe com aval à reestruturação
seloMercados

Bolsas da Europa fecham mistas com Frankfurt em destaque; Casino sobe com aval à reestruturação

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais