Acompanhe:

46 ações recomendadas para investir em dezembro; VALE3 e ITUB4 estão na lista

Levantamento mensal da EXAME Invest aponta os papéis mais indicados por bancos, corretoras, casas de análise e gestoras

Itaú Unibanco: os analistas disseram que o banco superou seus pares privados nos resultados do terceiro trimestre (Vanderlei Almeida/Getty Images)

Itaú Unibanco: os analistas disseram que o banco superou seus pares privados nos resultados do terceiro trimestre (Vanderlei Almeida/Getty Images)

Karla Mamona
Karla Mamona

3 de dezembro de 2022, 10h02

As ações da Vale (VALE3) lideram o ranking das recomendações de bancos, corretoras e casas de análise para o mês de dezembro. Os papéis estão presentes em 11 das 13 carteiras consultadas pela EXAME Invest.

A Vale (VALE3), a companhia é uma das favoritas devido à exposição a reabertura da economia da China. Os analistas do BTG Pactual (mesmo controlador da EXAME) acreditam que a atividade econômica chinesa deve se recuperar gradualmente à medida que o governo diminui as restrições e a ajudar a moderar a correção do mercado imobiliário.

“Seu momento operacional deve continuar a se recuperar à medida que a produção e os custos (tanto para suas divisões de minério de ferro e metais básicos) devem melhorar nos próximos trimestres. Gostamos da entrada de um acionista de referência (Cosan) no Conselho da Vale e vemos uma potencial monetização da divisão de metais básicos como um potencial gerador de valor para os investidores de longo prazo.”

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Os analistas da Ágora destacaram que a mineradora apresentou EBITDA ajustado (sem considerar as despesas de Brumadinho) de US$ 3,7 bilhões (queda trimestral de 30,2%). Entretanto, os volumes de minério de ferro começaram a melhorar sazonalmente (e uma recuperação mais acentuada deva ser vista já no quarto trimestre de 2022). Para eles, os preços do minério de ferro voltaram a subir, refletindo uma maior demanda durante o final do ano – possivelmente em decorrência de um processo de estocagem.  “Ainda vemos um cenário de mercado bastante saudável e equilibrado para 2023, o que se traduz em uma remuneração saudável para os acionistas acima de 10% (entre dividendos e recompras), o que funciona como espécie de “colchão” e, em tese, impede uma reavaliação muito pronunciada das ações – ao menos no curtíssimo prazo.”

Em segundo lugar do ranking estão os papéis do Itaú Unibanco (ITUB4) com nove recomendações. Sobre o Itaú, os analistas disseram que o banco superou seus pares privados nos resultados do terceiro trimestre e a expectativa é que continue assim nos próximos trimestres.

Na terceira posição dos papéis mais recomendados para o mês, ficaram as ações da WEG (WEGE3), com sete indicações. A WEG tem apresentando uma forte geração de receita, com a maioria dos seus segmentos apresentando crescimento, tanto internamente, como externamente (cerca de 56% de sua receita é em dólar). No terceiro trimestre deste ano, a WEG reportou novamente crescimento em praticamente todas as linhas de produto, gerando uma receita líquida de R$ 7,9 bilhões. Além disso, a companhia vem liderando as questões tecnológicas em energia renovável e no processo de eletrificação dos veículos, fatores que parecem negligenciados nas projeções de mercado.

As carteiras mensais divulgadas têm a mesma quantidade de ações para permitir uma comparação de desempenho mais igualitária.

Made with Flourish

As carteiras recomendadas mais rentáveis

Ranking considerou desempenho no acumulado do ano das 13 corretoras que fazem parte do levantamento. Veja abaixo:

 

Carteiras

Veja as carteiras abaixo: