Invest

INSS começa a pagar segunda parcela do 13º salário para novo grupo; veja quem recebe

O pagamento da segunda parcela do 13º salário é escalonado e termina no dia 7 de junho

13º salário do INSS: o pagamento do crédito incide desconto, como imposto de renda (Agência Brasil/Agência Brasil)

13º salário do INSS: o pagamento do crédito incide desconto, como imposto de renda (Agência Brasil/Agência Brasil)

Karla Mamona
Karla Mamona

Editora de Finanças

Publicado em 3 de junho de 2024 às 11h35.

Última atualização em 3 de junho de 2024 às 12h01.

Tudo sobreAposentadoria pelo INSS
Saiba mais

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) paga a partir desta segunda-feira, 3, a segunda parcela do 13º de aposentados e pensionistas para quem recebe mais de um salário mínimo. O pagamento é escalonado e termina no dia 7 de junho. Os primeiros a receber são os beneficiários com final 1 e 6. 

A segunda parcela corresponderá à diferença entre o valor total do abono anual e o valor antecipado e será paga juntamente com o benefício do mês de maio.O pagamento do crédito incide desconto, como imposto de renda.

Como consultar

É possível consultar o número do cartão do benefício no site e aplicativo Meu INSS, pelo serviço “extrato de pagamento”. Assim como pela central 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Calendário de pagamento

Veja o calendário de pagamento para quem recebe mais de um salário mínimo:

Final de benefícioPagamento da segunda parcela do 13º salário
1 e 63 de junho
2 e 74 de junho
3 e 85 de junho
4 e 96 de junho
5 e 07 de junho

Para quem recebe um salário mínimo de benefício do INSS

O pagamento de quem recebe até um salário mínimo começou no final de maio e termina no dia 7 de junho. Veja calendário de pagamento:

Final de benefícioSegunda parcela do 13º salário 
124 de maio
227 de maio
328 de maio
429 de maio
531 de maio
63 de junho
74 de junho
85 de junho
96 de junho
07 de junho

Rio Grande do Sul

Devido aos desastres naturais ocorridos no estado do Rio Grande do Sul, os pagamentos aos segurados que recebem benefícios assistenciais e previdenciários que seriam creditados de 24 de maio a 7 de junho foram realizados no primeiro dia do calendário de pagamentos, que foi dia 24, enquanto durar a calamidade pública.

Segundo Geovani Batista Spiecker, diretor de benefícios e relacionamento com o cidadão substituto, “o INSS tem acompanhado o trabalho dos bancos e estes estão empenhados no sentido de garantir atendimento aos beneficiários do instituto, com especial destaque para aqueles que porventura perderam seus documentos pessoais ou cartão bancário. A maioria dos beneficiários são correntistas e isso facilita a identificação na hora de efetuar o pagamento.”

Nos casos em que a agência bancária da localidade estiver fechada, recomenda-se que a pessoa verifique nos canais de atendimento do banco qual é unidade bancária alternativa ou mais próxima para atendimento. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil mobilizaram carretas para facilitar o atendimento.

Quem recebe o 13º salário

O 13º é devido a aposentados, pensionistas e pessoas que receberem, ao longo de 2024, benefícios temporários, como auxílio por incapacidade temporária e auxílio-reclusão – nesses casos, o valor é proporcional ao tempo de recebimento do benefício.

Quem recebe salário-maternidade também tem direito ao 13º proporcional. Porém, ele é pago junto com a última parcela do benefício e, por isso, a pessoa não recebe o valor extra junto com os demais beneficiários. Já quem recebe Benefício de Prestação Continuada (BPC) ao idoso e à pessoa com deficiência não tem direito ao valor adicional.

Acompanhe tudo sobre:INSS13-salárioAposentadoria pelo INSS

Mais de Invest

O que esperar do mercado após ataque a Trump

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2748: prêmio acumulado é de R$ 14,6 milhões

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 15 milhões neste sábado; veja como apostar

Renda passiva: veja como fazer o dinheiro trabalhar por você

Mais na Exame