Onda de frio e neve: 5 dicas para economizar na conta de luz

Na busca de aquecimento contra a grande frente fria que atingiu o Brasil nesta semana, os gastos com eletricidade podem aumentar
As temperatura baixa pode ser uma grande vilã do consumo de energia (Agência Brasil/Reprodução)
As temperatura baixa pode ser uma grande vilã do consumo de energia (Agência Brasil/Reprodução)
Por Roberto BodettiPublicado em 19/05/2022 12:43 | Última atualização em 19/05/2022 12:43Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Desde a última segunda-feira (16/05), diversos estados do Brasil têm reportado temperaturas muito baixas, menores até mesmo do que as de invernos passados. O frio intenso que está atingindo o país todo é resultado da combinação de dois eventos meteorológicos, a passagem de uma massa de ar polar que está vindo da Antártida e a chegada do ciclone Yakecan na região sul do país. 

O resultado são temperaturas mínimas baixíssimas como na cidade de São Paulo, que, de acordo com o portal Climatempo, registrou uma mínima de 7ºC nesta quarta-feira, com alertas de geadas e até mesmo neve em algumas partes da região Sul

Diante um clima tão severo, é comum que as pessoas busquem maneiras para se aquecer e se proteger da friagem. Porém, algumas dessas técnicas podem utilizar muita eletricidade, e apesar de o Governo Federal ter finalizado a bandeira vermelha de escassez hídrica em abril, esse aumento nas contas de luz ainda pode ser bem significativo e pode afetar de forma negativa as suas finanças.

Com essas dicas você não irá mais precisar se preocupar com o aumento na conta de luz. Leia agora o E-book gratuito sobre renda extra!

Contudo, existem maneiras de combater essa frente fria, e futuros invernos, gastando menos com a conta de luz. Confira abaixo 5 dicas para não dobrar a conta de luz em tempos de temperaturas baixas:

1 - Cuidado com os eletrodomésticos 

Ao comprar eletrodomésticos, sempre se atente à presença de selos como o PROCEL, que apontam a eficiência energética do produto e orientam o consumidor no momento da compra, e o selo CONPET, que tem a mesma proposta, porém para indicar os níveis de consumo de gás.

2 - Uso do aquecedor

O uso contínuo de aquecedores no inverno pode aumentar muito a despesa com eletricidade. Busque deixá-lo desligado nos momentos onde não houver ninguém no ambiente e na hora da compra busque com cuidado uma relação entre consumo elétrico e eficiência, dessa forma os gastos são otimizados. 

Porém, como o uso de aquecedores e outros aparelhos com resistência é inevitável nessa época do ano, o ideal é ter uma renda a mais para ajudar no fim do mês com as despesas. Foi pensando no pagamento das contas e em todos os gastos que manter uma casa geram que a EXAME elaborou um E-book completamente gratuito que ensina 30 formas de receber renda extra todo mês! 

Essa renda extra pode ajudar não só com as despesas, mas também pode te ajudar a quitar suas dívidas, criar uma reserva de emergência, ou até mesmo a fazer seus primeiros investimentos e multiplicar o seu patrimônio.

Para receber o E-book de Renda Extra da EXAME de forma 100% gratuita basta clicar aqui.

3 - Banhos mais rápidos

Ser mais rápido no chuveiro é essencial para economizar na conta de luz. Em dias mais ensolarados, opte por tomar banhos à noite, uma vez que a caixa d’água esteve sob o calor do sol por um dia todo e a água tende a aquecer mais rápido.

4 - Aproveite ao máximo a luz solar

Em dias onde o sol estiver presente, tente manter as cortinas abertas para que a luz solar entre em sua residência, ela naturalmente irá aquecer o ambiente, tornando desnecessário o uso de aquecedores elétricos durante o dia, por exemplo.

5 -  Atenção ao lavar as roupas

Busque deixar uma certa quantidade de roupas acumular antes da lavagem, isso irá ajudar pois a máquina só ficará ligada durante um ciclo, gastando menos energia e economizando água uma vez que não serão necessárias duas lavagens de quantias menores de roupas. 

Aprenda a 30 maneiras diferentes de receber uma renda extra todo mês com este E-book grátis!