Invest

Vale (VALE3) dispara 5% na bolsa; Goldman ainda enxerga cenário desafiador

As ações da Vale eram destaque de alta do Ibovespa nesta segunda-feira com a retomada dos preços do minério de ferro acima do patamar de US$ 100 a tonelada

Vale (VALE3): esperamos que a pressão sobre os preços do minério de ferro seja limitada (Germano Lüders/Exame)

Vale (VALE3): esperamos que a pressão sobre os preços do minério de ferro seja limitada (Germano Lüders/Exame)

Karla Mamona
Karla Mamona

Editora de Finanças

Publicado em 8 de abril de 2024 às 14h35.

Última atualização em 8 de abril de 2024 às 14h44.

Tudo sobreIbovespa
Saiba mais

As ações da Vale (VALE3) registravam alta de 5% na tarde desta segunda-feira, 8. Os papéis da mineradora eram negociados R$ 62,70. O bom desempenho está relacionado à retormada do preço do minério de ferro ao patamar de US$ 100 a tonelada. No mercado chinês, a commodity fechou em alta de de 3,19% (US$ 109,41/tonelada).

Apesar do cenário de otimismo com a possível recuperação do preço do minério de ferro, os analistas do Goldman Sachs se mostram cautelosos. Em relatório divulgado hoje, o banco manteve a recomendação de compra das ADRS, mas reduziu o preço-alvo do papel, passando de US$ 18,50 para US$ 16.

No radar dos analistas, além do impacto do minério de ferro nas ações da Vale, eles apontaram o ruído político em torno da sucessão do presidente da companhia. No ano, as ações acumulam queda de 24% na bolsa.

O que esperar do balanço do 1º trimestre?

Segundo eles, o cenário não deve se beneficiar com a divulgação do balanço do primeiro trimestre. Isso porque a equipe de analistas do banco acredita que o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do primeiro trimestre caia 50%, para US$ 3,4 bilhões, impulsionado principalmente por preços de referência de minério de ferro mais baixos e produção e vendas sazonalmente mais fracas.

“Embora a visibilidade em torno do ruído político permaneça baixa, esperamos que a pressão sobre os preços do minério de ferro seja limitada a partir daqui.” A expectativa da equipe de analistas é que o preço do minério de ferro fique na casa dos US$ 105/tonelada o restante do ano.

Acompanhe tudo sobre:Valebolsas-de-valoresMercado financeiroGoldman Sachs

Mais de Invest

Ibovespa abre em queda de olho em projeção da Selic em dois dígitos pelo BC

Focus, morte do presidente do Irã, ata do Fed e Light: o que move o mercado

Do Brasil ao Japão, mercados de ações batem recordes ao redor do mundo

Light (LIGT3): Conselho de Administração aprova novo plano de recuperação judicial

Mais na Exame