Acompanhe:

Setor de proteína sofre com perspectiva negativa nos EUA; BRF afunda 7%

Balanço da americana Tyson Foods decepciona investidores e reforça alerta negativo generalizado no setor

Modo escuro

Continua após a publicidade
Fábrica da BRF (BRFS3): ações da empresa são maior queda do Ibovespa (Germano Lüders/Exame)

Fábrica da BRF (BRFS3): ações da empresa são maior queda do Ibovespa (Germano Lüders/Exame)

B
Beatriz Quesada

Publicado em 6 de fevereiro de 2023 às, 16h18.

Última atualização em 6 de fevereiro de 2023 às, 18h22.

O setor de proteína sofreu um novo baque nesta segunda-feira, 6, com a perspectiva de declínio do mercado nos Estados Unidos. O estopim foi o balanço do frigorífico americano Tyson Foods, que mostrou um resultado abaixo do esperado.

Divulgado nesta segunda, o lucro da companhia caiu mais de 70% na comparação anual, passando de US$ 1,1 bilhão para US$ 316 milhões no trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2022. A companhia revisou para baixo as margens de carne bovina, suína e de aves no mercado americano, em 3%, 2% e 4%, respectivamente.

O indicativo é uma luz amarela para as gigantes brasileiras com operação nos Estados Unidos, especialmente JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3), na avaliação do Itaú BBA.

“A projeção da Tyson foi um dos principais impulsionadores do preço das ações [dessas companhias] durante uma fase de maior incerteza na desaceleração do ciclo das proteínas. O resultado é especialmente negativo para JBS e Marfrig”, afirmaram os analistas em relatório.

As ações das duas companhias foram penalizadas na bolsa, mas a maior queda do dia ficou com a BRF (BRFS3), controlada da Marfrig e empresa com forte exposição ao mercado de aves. 

Já a Minerva (BEEF3), que tem maior foco no mercado local de proteínas, foi a ação menos afetada hoje.

A Minerva já havia sido destacada como a melhor oportunidade do setor pelo JPMorgan e, nesta segunda, o Santander endossou a recomendação em novo relatório. “Continuamos a preferir os exportadores brasileiros de carne bovina aos players de proteína dos EUA e aves brasileiras/suínos, e como tal, reiteramos o Minerva como principal escolha no setor de proteínas no Brasil”, afirmaram os analistas.

Últimas Notícias

Ver mais
B3: Lucro liquido recorrente cai 8,2% em 12 meses, para R$ 1,057 bi no 4º trimestre
seloMercados

B3: Lucro liquido recorrente cai 8,2% em 12 meses, para R$ 1,057 bi no 4º trimestre

Há 3 horas

Nestlé registra em 2023 receita de US$ 105,55 bi, recuo de 1,5% ante 2022; lucro cresce 20,9%
seloMercados

Nestlé registra em 2023 receita de US$ 105,55 bi, recuo de 1,5% ante 2022; lucro cresce 20,9%

Há 7 horas

Bolsas da Europa fecham em alta e índice Stoxx 600 tem máxima histórica; Mercedes acelera autos
seloMercados

Bolsas da Europa fecham em alta e índice Stoxx 600 tem máxima histórica; Mercedes acelera autos

Há 7 horas

Nos EUA, JBS entra para clube de bens de consumo e mira grande aquisição: limite é infinito, diz CEO
seloMercados

Nos EUA, JBS entra para clube de bens de consumo e mira grande aquisição: limite é infinito, diz CEO

Há 10 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais