Receita previsível ajuda ações da Time For Fun, diz Ágora

Corretora elevou o preço-alvo e recomenda a compra dos papéis

	Cirque du Soleil: a T4F confirmou a realização de espetáculos na América do Sul por mais 2 anos
 (Divulgação)
Cirque du Soleil: a T4F confirmou a realização de espetáculos na América do Sul por mais 2 anos (Divulgação)
B
Beatriz SouzaPublicado em 21/09/2012 às 16:21.

São Paulo - A Ágora Corretora atualizou suas estimativas para a Time For Fun (SHOW3) , incluindo os resultados do segundo trimestre de 2012 e as perspectivas para 2013. Na nova projeção, o preço-alvo foi ajustado para 22,20 reais por ação para o final de 2013 - a estimativa anterior era de 20,30 para o final deste ano. A recomendação de compra foi mantida. 

Além dos resultados do segundo trimestre de 2012, as novas projeções incluem os acordos de apresentação de espetáculos, a aquisição dos direitos de uso do Chevrolet Hall e a perspectiva positiva para a realização de espetáculos familiares, teatro e exposições culturais em 2013. O aumento da renda do brasileiro e a ampliação dos gastos com lazer também devem impulsionar os resultados da empresa.

Nas novas estimativas de José Cataldo, a receita líquida deste ano foi reduzida em 2,2%, devido ao menor volume proveniente dos shows ao vivo. Já para 2013, a receita está projetada em 861 milhões de reais, o que representa um crescimento de 9,3% em relação ao esperado para 2012. A geração de caixa (Ebitda – lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) para 2013 também deve ser levemente maior do que o previsto anteriormente, ficando em 160 milhões de reais (a projeção anterior era de 152 milhões de reais).

O analista destaca a previsibilidade da receita da empresa, tendo em vista os contratos já fechados de apresentação de conteúdos internacionais com a Disney e com o Cirque du Soleil. Com a Disney, a empresa tem assegurado a realização de três musicais (O Rei Leão, Mary Poppins e A Pequena Sereia) durante os próximos cinco anos. A T4F confirmou também a realização de espetáculos do Cirque du Soleil na América do Sul por mais dois anos. Tendo isso em vista, o analista revisou para cima as estimativas para as receitas provenientes de espetáculos familiares, teatro e exposições culturais. 


Os eventos de música ao vivo também elevam as perspectivas para a empresa. Para esse ano, a empresa tem na agenda os grandes shows de Madonna e Lady Gaga. Para 2013, há a expectativa da confirmação de shows dos Rolling Stones e Coldplay.

As novas projeções excluem a construção da “Arena” da Time For Fun, já que o projeto depende da concessão de terreno, o que parece que não será resolvido em um futuro próximo. A retirada da “Arena” da projeção impacta negativamente cada ação em 0,80 reais.

Ele destaca também o grande potencial de crescimento, ainda não explorado, que a empresa tem na venda de ingressos, principalmente na comercialização de ingressos para eventos de terceiros.

José Cataldo vê a empresa com “fôlego” para fazer aquisições ou construir sua própria “Arena” em São Paulo, visto que ao final do segundo trimestre de 2012 a empresa alcançou caixa de 87 milhões de reais. Há rumores, no entanto, de que a própria T4F esteja sendo sondada pela Live Nation, que estaria interessada em comprá-la, informação que foi negada pela Time For Fun.