Conselho da Petrobras (PETR4) aprova Caio Mário Paes de Andrade como novo presidente

Eleição no Conselho de Administração era último passo da indicação; executivo é o quinto CEO da empresa sob a gestão Bolsonaro
 (Leandro Fonseca/Exame)
(Leandro Fonseca/Exame)
Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Publicado em 27/06/2022 às 13:03.

Última atualização em 27/06/2022 às 14:03.

O Conselho de Administração da Petrobras (PETR3/PETR4) acaba de aprovar a indicação de Caio Mário Paes de Andrade para ser o novo presidente da estatal, segundo fato relevante divulgado nesta segunda-feira, 27. A aprovação foi por 7 votos a favor e 3 contra, segundo a agência Reuters. A eleição do executivo para o Conselho e aprovação de seu nome no colegiado era o último passo para que Paes de Andrade ocupasse o cargo.

O quinto CEO da empresa sob a gestão Bolsonaro assume o posto após a renúncia de José Mauro Coelho. O motivo da troca foi o preço dos combustíveis: o governo pressiona a empresa a segurar os repasses de olho nas eleições de outubro. 

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Indicado do governo, Paes de Andrade foi aprovado no Comitê de Elegibilidade (Celeg) da estatal na última sexta-feira, 24, por três votos a um. A decisão contou com voto desfavorável do presidente do Celeg, Francisco Petros. O novo CEO tem formação acadêmica em comunicação social, em “área em nada relacionadas com as atividades da Petrobras”, escreveu Petros.

“Muito embora tenha estudado em renomadas universidades norte- americanas, o que é louvável, a combinação deste inegável mérito com a correspondente experiência profissional está a meu juízo, muito aquém às necessidades de governança e gestão da Petrobras”, disse Petros no voto descrito na ata.

Apesar das controvérsias em torno do currículo e experiência do novo presidente, o Comitê concluiu pela “não existência de vedações” na indicação de Paes de Andrade.