Marcelo Claure, COO do Softbank, está de saída, diz CNBC

O bilionário também dirige o time de futebol boliviano Club Bolivar e atua como presidente executivo da empresa de compartilhamento de escritórios WeWork
 (Bloomberg/Getty Images)
(Bloomberg/Getty Images)
Por Mariana MartucciPublicado em 27/01/2022 16:18 | Última atualização em 28/01/2022 18:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O diretor de operações do SoftBank, Marcelo Claure, está se preparando para deixar o cargo nesta quinta-feira, segundo informações da CNBC, citando fontes familiarizadas com o assunto.

Claure está em negociações para deixar o conglomerado japonês há vários meses e existe a possibilidade de querer administrar sua própria empresa de investimentos, segundo as fontes.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME.

A possível saída ocorre depois que o New York Times informou no mês passado que Claure estava buscando cerca de US$ 2 bilhões em remuneração nos próximos anos, enquanto o fundador e CEO do SoftBank, Masayoshi Son, queria pagar a ele uma quantia muito menor.

Bilionário boliviano, Claure subiu na hierarquia do SoftBank após a compra de sua empresa Brightstar pelo conglomerado japonês em 2014, tornando-se o principal chefe da Sprint, que acabou se fundindo com a T-Mobile.

Claure também lançou o primeiro fundo latino-americano de US$ 5 bilhões do SoftBank em 2019, em um momento em que nenhum investidor abastado havia assinado grandes cheques para startups na região.

Ele também dirige o time de futebol boliviano Club Bolivar e atua como presidente executivo da empresa de compartilhamento de escritórios WeWork.

Procurado, o SoftBank não respondeu imediatamente ao pedido de comentário da EXAME.

(Com informações da Reuters)