Invest

Light (LIGT3) ganha mais três meses de proteção contra credores em nova decisão da Justiça

Companhia em recuperação judicial pediu extensão do prazo de ‘stay period’

Light: empresa de energia entrou em recuperação judicial em maio (Leandro Fonseca/Exame)

Light: empresa de energia entrou em recuperação judicial em maio (Leandro Fonseca/Exame)

Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Repórter de Invest

Publicado em 13 de outubro de 2023 às 11h22.

Última atualização em 13 de outubro de 2023 às 11h24.

Em recuperação judicial desde maio, a empresa de energia Light (LIGT3) anunciou na noite da última quarta-feira, 11, que a Justiça concordou em estender o “stay period”, período de proteção contra credores. 

Durante o prazo de 180 dias, ficam suspensas ações e execuções contra a empresa em recuperação. Há poucos dias do fim da proteção inicial expirar, a Light pediu a extensão do prazo e ganhou mais três meses de proteção contra os credores.

A extensão do prazo começou a valer na quinta-feira, 12, e se aplica também às subsidiárias Light Serviços de eletricidade e à Light Energia.

A empresa entrou com pedido de recuperação judicial via holding por dívidas de R$ 11 bilhões. 

Veja também

Acompanhe tudo sobre:LightRecuperações judiciais

Mais de Invest

Mesmo chamada de ‘perda fixa’ a renda fixa pode pagar até IPCA + 7,5%; veja 2 títulos

Ibovespa opera em alta e tenta sustentar os 121 mil pontos com ajuda de Petrobras (PETR4)

Receita libera consulta ao segundo lote do IR 2024; veja quando a restituição será depositada

PMIs da zona do euro e dos EUA, repercussão de falas do Lula e Sabesp: o que move o mercado

Mais na Exame