Acompanhe:

Irlau Machado, ex-CEO da NotreDame, deixa grupo em menos de um ano após fusão com a Hapvida (HAPV3)

Com a saída de co-CEO, Jorge Pinheiro se tornará o único a ocupar o posto mais alto da companhia

Hapvida - Predio administrativo em Fortaleza (Leandro Fonseca/Exame)

Hapvida - Predio administrativo em Fortaleza (Leandro Fonseca/Exame)

G
Guilherme Guilherme

22 de novembro de 2022, 09h39

A Hapvida (HAPV3) anunciou nesta terça-feira, 22, que o Irlau Machado Filho está de saída da companhia, após ter apresentado cartas de renúncia ao cargo de co-CEO e à sua cadeira no conselho de administração da companhia. Irlau Machado também pediu renúncia de suas posições de diretor-presidente e membro do conselho da BCBF e de outras posições executivas e em comitês da Hapvida e suas controladas.

A  saída de Irlau Machado, ex-CEO da NotreDame Intermédica, ocorre menos de um ano após a fusão com a Hapvida, concluída em fevereiro deste ano. Com sua saída, Jorge Pinheiro, CEO da Hapvida desde 2001, passará a ser o único CEO do grupo. Já a posição no conselho que era ocupada por Machado permanecerá vaga até que seja feita uma nova indicação.

"A decisão do Sr. Irlau de renunciar às suas posições na companhia e em suas controladas se deve a propósitos e objetivos pessoais", afirmou a Hapvida em fato relevante.

Irlau Machado esteve à frente da NotreDame Intermédica desde 2014, sendo um dos responsáveis por ter levado a empresa à bolsa, com IPO realizado em 2018.

Como parte do processo de fusão, as ações da NotreDame (GNDI3) deixaram de ser negociadas na bolsa em 11 de fevereiro. Para cada ação da NotreDame, os acionistas receberam 5,24 ações emitidas pela Hapvida, além de um dividendo extraordinário de R$ 1,613 por ação da NotreDame.