Acompanhe:

Depois de operar entre perdas e ganhos, o Ibovespa desta terça-feira, 5, fechou em queda. O principal índice da bolsa de valores brasileira caiu 0,19%, aos 128.098 pontos. Em dia de agenda vazia por aqui, a sessão foi marcada por dados dos Estados Unidos e por decisões vindas da China.

Como aponta Bernard Faust, sócio da One Investimentos, o dia começou com o Ibovespa subindo, e com alguns ativos renovando máximas, mas o índice perdeu o fôlego no decorrer das negociações. “Esse ambiente é justificado, principalmente, por conta de variáveis externas. Amanhã vamos ter falas importantes de Jerome Powell, presidente do Fed, que vem sinalizando que talvez o cenário para corte de juros nos EUA não está tão fácil quanto o mercado tem precificado, e na sexta tem payroll.”

Antes da abertura do mercado, o Boletim Focus mostrou que os economistas preveem a alta do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano, que subiu de 1,75% para 1,77%. A estimativa para Selic segue em 9,00% e a previsão para déficit primário em relação ao PIB em 2024 segue em 0,78%. Economistas apresentaram uma visão mais positiva para inflação, atividade e contas públicas na última reunião desta segunda-feira com diretores do Banco Central. Esse cenário, no entanto, ficou limitado a 2024 — segundo participantes, os analistas reiteraram preocupações em relação ao ano que vem. 

Ibovespa hoje

IBOV: -0,19%, aos 128.098 pontos.

Lá fora, a China anunciou que vai manter a estimativa de crescimento de 5% para 2024, a mesma do ano passado, entre outras medidas que também não empolgaram os investidores. Isso porque a expectativa está em torno de novos estímulos do governo para acelerar a economia da segunda maior potência do mundo. Diante disso, as commodities exibem sinais mistos.

O barril do petróleo Brent recuou 0,92% e o minério de ferro para maio subiu 0,61% em Dalian, na China. Diante disso, Petrobras (PETR4) encerrou com queda de 0,30%, enquanto a Vale (VALE3) recuou 1,32%. As quedas das duas blue chips pesaram contra o Ibovespa.

No exterior, as bolsas de Nova York recuaram diante tombo das ações de tecnologia, às vésperas do discurso de Powell ao Congresso americano. No fechamento, o índice Dow Jones fechou em queda de 1,04%, aos 38.585,19 pontos; o S&P 500 caiu 1,02%, aos 5.078,65 pontos; e o Nasdaq teve recuo de 1,65%, aos 15.939,59 pontos. 

Além disso, os índices ficaram sob pressão após o PMI de serviços dos EUA recuar de 53,4 em janeiro a 52,6 em fevereiro, na leitura final do ISM, quando a previsão era de 52,8. Já o PMI de serviços do país medido pela S&P Global recuou de 52,5 em janeiro a 52,3 em fevereiro, ante previsão de 51,3, e neste caso o PMI composto avançou, de 52,0 em janeiro a 52,5 na leitura final de fevereiro.

Maiores altas do Ibovespa

Na ponta positiva do Ibovespa, a Cogna (COGN3) liderou os ganhos nesta terça. “A XP alterou sua recomendação de posição neutra em relação à Cogna, para compra, com alvo acima dos R$ 4. O mercado também tem forte expectativa quanto aos resultados do 4T2023 da empresa”, diz Andre Fernandes, head de renda variável e sócio da A7 Capital.

  • Cogna (COGN3): +5,43%
  • CVC (CVCB3): +5,39%
  • BRF (BRFS3): +4,18%

Maiores quedas do Ibovespa

Já entre as quedas, a Vibra (VBBR3) reportou seus resultados do 4T23, mas a perda de market share desagradou os investidores. Outra ação que recuou foi a Braskem (BRKM5). “Na minha visão é uma correção técnica, após subir mais de 20% desde fevereiro”, diz Fernandes. 

  • Vibra (VBBR3): -5,50%
  • Braskem (BRKM5): -4,74%
  • Pão de Açúcar (PCAR3): -4,17%

Dólar hoje

O dólar fechou em alta nesta terça-feira. Hoje, a moeda americana subiu 0,%, a R$ 4,95. Na segunda-feira, o dólar fechou em queda de 0,15%, cotado a R$4,947.

Como é calculado o índice Bovespa?

Principal índice de ações da bolsa brasileira, a B3, o Ibovespa é calculado em tempo real, baseado na média do desempenho dessa carteira teórica de ativos, cada uma com seu peso na composição do índice. 

Funcionando como um termômetro do desempenho consolidado das principais ações para o mercado, cada ponto do Ibovespa equivale a 1 real. Por isso, se o IBOV está em 100.000 pontos, isso quer dizer que o preço da carteira teórica das ações mais negociadas é de 100.000 reais.

Que horas abre e fecha a bolsa de valores?

O horário de negociação na B3 vai das 10h às 18h. A pré-abertura ocorre entre 9h45 e 10h, enquanto o after-market ocorre entre 18h25 e 18h45. Já as negociações com o Ibovespa futuro ocorrem entre 9h e 17h55.

Confira as últimas notícias de Invest:

Com informações do Estadão Conteúdo

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras

Há um dia

Investidores millennials e da geração Z preferem criptomoedas a ações, mostra pesquisa
Future of Money

Investidores millennials e da geração Z preferem criptomoedas a ações, mostra pesquisa

Há um dia

Ibovespa cai à mínima do ano com EUA e Petrobras; dólar atinge máxima de R$ 5,12
seloMercados

Ibovespa cai à mínima do ano com EUA e Petrobras; dólar atinge máxima de R$ 5,12

Há um dia

Suspensão na Petrobras, balanços de bancos dos EUA e Starbucks: os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Suspensão na Petrobras, balanços de bancos dos EUA e Starbucks: os assuntos que movem o mercado

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais