Acompanhe:

Dasa (DASA3): B3 prorroga prazo para empresa se enquadrar em free float do Novo Mercado

Dasa terá até maio de 2024 para aumentar percentual das ações em livre circulação

Central da Dasa, em Alphaville, São Paulo (Alexandre Battibugli//Exame)

Central da Dasa, em Alphaville, São Paulo (Alexandre Battibugli//Exame)

Guilherme Guilherme
Guilherme Guilherme

14 de julho de 2022, 10h09

A B3 prorrogou o prazo para a Dasa (DASA3) se enquadrar nas regras de ações em livre circulação (free float) do Novo Mercado, categoria de listagem da bolsa que exige os mais altos parâmetros de governança.

Líder em medicina diagnóstica na América Latina, a Dasa está entre as 80 empresas mais valiosas da bolsa, com pouco mais de R$ 9 bilhões em valor de mercado, mas tem menos de 15% das ações em livre circulação.

Pelas regras do Novo Mercado, a empresa tem que ter 25% das ações em free float ou mais. O limite mínimo permitido é de 15%, mas somente o volume médio de negociação das ações na bolsa supere R$ 25 milhões por dia. As ações da Dasa, no entanto, vem movimentando menos de R$ 10 milhões por dia nos últimos meses.

A prorrogação do prazo para que a Dasa se enquadre nas novas regras é até 10 de maio de 2024. A B3 também permitiu que o free float mínimo da Dasa seja de até 10,31% em decorrência de eventual programa de recompra de ações.

Em contrapartida, a B3 fez exigências à companhia. Entre elas, a redução de quórum para exercícios do direito de eleição de membros do conselho, manter 40% do membros do conselho independentes e manter um formador de mercado para dar liquidez às ações na bolsa.