Invest

Conselho do GPA (PCAR3) aprova separação do Éxito e avalia controlada em R$ 8,26 bi

Acionistas do Grupo Pão de Açúcar passarão a deter ações do grupo colombiano; operação será discutida em assembleia

GPA (PCAR3): Grupo Pão de Açúcar convocou assembleia para aprovar cisão do Éxito (GPA/Divulgação)

GPA (PCAR3): Grupo Pão de Açúcar convocou assembleia para aprovar cisão do Éxito (GPA/Divulgação)

BQ

Beatriz Quesada

Publicado em 9 de janeiro de 2023 às 20h51.

O conselho de administração do Grupo Pão de Açúcar (GPA - PCAR3) aprovou a cisão de sua controlada, o grupo colombiano Éxito, nos moldes do que foi feito com o Assaí Atacadista (ASAI3) no começo do ano passado. 

Anunciada na noite desta segunda-feira, 9, a separação ainda precisa ser aprovada em assembleia de acionistas, convocada para o dia 14 de fevereiro.

O objetivo da operação é destravar valor para os acionistas do GPA, a exemplo do que ocorreu com a separação do Assaí. O Pão de Açúcar tem valor de mercado atual de R$ 4,6 bilhões, enquanto o Assaí é avaliado em R$ 25,9 bilhões – um valor pós-cisão cinco vezes maior que o antigo controlador.

A operação interessa principalmente ao grupo Casino, controlador do GPA que terá 47% do capital do Éxito ao final da operação. O próprio Pão de Açúcar irá manter uma participação de 13%, enquanto os 53% restantes serão detidos pelo mercado. 

As ações que serão entregues aos acionistas do GPA correspondem a 86,3% da participação da empresa no capital da rede colombiana. A transação vai levar a uma redução no capital social do GPA – e consequentemente no seu patrimônio – de R$ 7,13 bilhões. A avaliação contábil do Êxito ficou em R$ 8,266 bilhões.

O efeito prático para o acionista do GPA é que ele também passará a ser acionista do Éxito, agora de forma direta. Serão entregues aos acionistas do GPA 1,08 bilhão de ações ordinárias do Éxito, sendo quatro ações de emissão da Éxito para cada papel do GPA.

Como as ações do Éxito estão listadas na bolsa colombiana, a distribuição será feita via BDRs para os acionistas locais e via ADRs para os internacionais. Considerando a avaliação do GPA, o valor contábil de cada ação do Éxito é de R$ 6,60.

A distribuição ocorrerá após o prazo final para oposição dos credores à operação, que é de 60 dias, além do prazo para obtenção dos registros dos programas de BDRs e ADRs do Éxito e suas listagens nas bolsas brasileira e americana – processo que ainda está em andamento. A expectativa do GPA é que a distribuição ocorra ainda no primeiro semestre.

O GPA informou ainda que realizou uma capitalização antes da redução de capital social para a cisão do Éxito. A proposta, que também será submetida aos acionistas para aprovação na assembleia, é de um aumento do capital social no montante de R$ 2,60 bilhões.

LEIA TAMBÉM

Acompanhe tudo sobre:AcionistasAçõesAssaiGPA (Grupo Pão de Açúcar)

Mais de Invest

Bolão do Espírito Santo leva prêmio de quase R$ 47 milhões da Mega-Sena

Petrobras divulga resultado do primeiro trimestre de 2024 nesta segunda. Saiba o que esperar

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2723: prêmio estimado é de R$ 46,7 milhões

Imposto de Renda 2024: Receita paga primeiro lote neste mês; veja quem recebe

Mais na Exame