Invest

BTG Pactual aumenta participação societária na LLZ Garantidora

Após seis meses da primeira aquisição, banco passa a ter 49% de participação na empresa, que projeta atingir R$ 5 bilhões em receita

Leonardo Felix: nossa meta é desafiadora, mas estamos otimistas, pois temos um enorme mercado em potencial (BTG Pactual/Divulgação/Divulgação)

Leonardo Felix: nossa meta é desafiadora, mas estamos otimistas, pois temos um enorme mercado em potencial (BTG Pactual/Divulgação/Divulgação)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 22 de maio de 2023 às 17h25.

O BTG Pactual (BPAC11) aumentou a participação societária na LLZ Garantidora, empresa de cobrança e garantia de taxas condominiais, de 25% para 49%. A decisão tem como base o crescimento da empresa, que desde o primeiro aporte do banco, em outubro do ano passado, viu o volume de receita garantida para condomínios aumentar em 59% nos primeiros seis meses. A LLZ tem como meta chegar a uma receita garantida anual de R$ 5 bilhões em cinco anos.

Em material divulgado, Leonardo Felix, sócio responsável pela área de seguros do BTG Pactual (mesmo grupo controlador da EXAME), afirmou que o banco acredita potencial deste mercado, que cresce todo ano e ainda é pouco explorado e profissionalizado.

“Já percebemos um forte crescimento após inovarmos com a emissão do seguro garantia pela BTG Pactual Seguros, trazendo mais segurança e robustez para o produto de receita garantida. Com isso, percebemos uma aderência muito maior dos condomínios de grandes administradoras parceiras da LLZ, que buscam reduzir a inadimplência e ter a tranquilidade de ter o fluxo de caixa sob controle.”

Novos produtos e serviços

Além disso, Felix afirmou que passou a disponibilizar todos os produtos e serviços do BTG Pactual PME, como emissão de boletos, investimentos, conta corrente e financiamentos aos clientes e parceiros da LLZ. Todas as soluções são oferecidas em uma única plataforma, contribuem para a otimização de custos dos condomínios e administradoras parceiras da LLZ.

Para fazer frente às metas de crescimento, a LLZ acaba de anunciar a chegada do Thiago Peixoto, vindo da área de auditoria interna do BTG Pactual, para o cargo de CFO.

“Nossa meta é desafiadora, mas estamos otimistas, pois temos um enorme mercado em potencial. Com nossa expertise, e a chancela de um banco renomado como o BTG Pactual, vemos muito espaço para crescermos”, diz Peixoto. Atualmente, a LLZ tem 180 funcionários e estima fechar 2023 com 300 colaboradores. A empresa atua em mais de 100 cidades, distribuídas em 21 estados e no Distrito Federal.

Acompanhe tudo sobre:BBTG11btg-empresasCondomínio

Mais de Invest

Ibovespa opera abaixo dos 118 mil pontos após piora das perspectivas macroeconômicas pelo BC

Reunião de Lula com Conselho Orçamentário, Boletim Focus e China: o que move o mercado

Bolsa Família: pagamento de junho começa nesta segunda-feira; RS recebe antecipado

PIS: Caixa paga abono salarial para dois grupos nesta segunda-feira; veja como sacar

Mais na Exame