Acompanhe:

Bradesco (BBDC4) firma parceria com o BV para criação de nova gestora

Transação envolve a compra do controle da BV DTVM, unidade que concentra operações da Votorantim Asset e de private banking

Agência do Bradesco: banco possui a terceira maior gestora do mercado brasileiro (Eduardo Frazão/Exame)

Agência do Bradesco: banco possui a terceira maior gestora do mercado brasileiro (Eduardo Frazão/Exame)

G
Guilherme Guilherme

Publicado em 24 de agosto de 2022, 09h30.

Última atualização em 24 de agosto de 2022, 09h34.

O Bradesco (BBDC4) anunciou nesta quarta-feira, 24, uma parceria estratégica com o banco BV para a criação de gestora independente e marca própria, ainda a ser definida.

A operação envolve a compra de 51% da BV DTVM, que envolve a Votorantim Asset Management (VAM) e concentra as atividades de private banking. São R$ 22  bilhões sob custódia no private banking e R$ 41 bilhões sob gestão da Votorantim Asset.

A gestora do BV é 24º maior do Brasil em volume sob gestão, segundo ranking de fundos da Anbima.

A maior fatia, de R$ 12,85 bilhões está em fundos de investimento em participações (FIP), R$ 11,3 bilhões em renda fixa, R$ 7,9 bilhões em multimercados e R$ 6 bilhões em fundos imobiliários. Cerca de R$ 540 milhões da Votorantim Asset está forma de fundos de ações.

Já o Bradesco tem a terceira maior gestora do país, com R$ 545,6 bilhões sob gestão. Apesar do tamanho colossal, sua participação é inferior à da BV DTVM em fundos imobiliários e FIP, com respectivos R$ 21 milhões e R$ 381 milhões sob gestão.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.