Mercados

Antes da prisão, Madoff distribuiu US$ 9 bi entre amigos

Nova York - Condenado a 150 anos de reclusão, o financista Bernard Madoff revelou na prisão que entregou US$ 9 bilhões a três pessoas antes da descoberta da fraude, segundo informa hoje o diário "New York Post". A revelação foi feita por um preso da penitenciária de Butner, na Carolina do Norte, onde Madoff está. […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 21 de junho de 2010 às 19h11.

Nova York - Condenado a 150 anos de reclusão, o financista Bernard Madoff revelou na prisão que entregou US$ 9 bilhões a três pessoas antes da descoberta da fraude, segundo informa hoje o diário "New York Post".

A revelação foi feita por um preso da penitenciária de Butner, na Carolina do Norte, onde Madoff está. Segundo ele, Frank DiPascali, cúmplice na fraude, saberia quem está com o dinheiro.

"Acho que eram amigos pessoais", afirmou o presidiário, que teve a identidade mantida em sigilo pelo jornal.

De acordo com o preso, Madoff suspeita que seu ex-colaborador esteja utilizando a informação sobre o destino desses US$ 9 bilhões para conseguir um acordo com as autoridades federais.

DiPascali, de 52 anos, se declarou culpado no ano passado de dez crimes relacionados à fraude financeira orquestrada por Madoff, uma das maiores já vistas e que foi descoberta em dezembro de 2008.

Acompanhe tudo sobre:FraudesJustiçaPrisões

Mais de Mercados

Ações da Tesla caem no aftermarket após queda de 45% no lucro do 2º tri

Biden sai e Kamala entra? Como o turbilhão nos EUA impacta as ações americanas, segundo o BTG

Por que Mohamed El-Erian, guru de Wall Street, está otimista com o cenário econômico

Ibovespa fecha em queda de 1% pressionado por Vale (VALE3)

Mais na Exame