Invest

Agenda de balanços da semana: o que esperar de Ambev (ABEV3), Assaí (ASAI3) e GPA (PCAR3)

Gigantes do varejo alimentar são destaque das divulgações de semana encurtada pelo feriado

Painel com cotações na bolsa brasileira, a B3  (Germano Lüders/Exame)

Painel com cotações na bolsa brasileira, a B3 (Germano Lüders/Exame)

Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Repórter de Invest

Publicado em 30 de outubro de 2023 às 06h03.

Última atualização em 30 de outubro de 2023 às 16h32.

A temporada de balanços do terceiro trimestre entra em sua segunda semana com os balanços de gigantes do varejo alimentar, como Ambev (ABEV3), Assaí (ASAI3) e GPA (PCAR3). Saiba o que esperar dos resultados das três empresas:

O que esperar do balanço do Assaí (ASAI3)

Os analistas do Itaú BBA esperam um lucro líquido de R$ 162 milhões para o Assaí, uma queda de 43% na comparação anual. “Esperamos um trimestre suave para o Assaí, principalmente devido à dinâmica da deflação alimentar, o que pode resultar numa

declínio de 2% nas vendas em mesmas lojas (SSS). No entanto, prevemos um crescimento anual de 22% na receita total, impulsionado pela conversão e plano de expansão”, afirmaram em relatório.

O resultado será divulgado nesta segunda-feira, 30, após o fechamento do mercado.

O que esperar do balanço do GPA (PCAR3)

A expectativa da Genial Investimentos é que o GPA apresente o melhor resultado do setor em vendas das mesmas lojas (SSS), com uma alta anual de 7% no indicador. Outro ponto de destaque será a retirada do Grupo Éxito do balanço após a venda da operação colombiana. “Tendo em mente a forte desvalorização do peso colombiano em relação ao real, estimamos um impacto negativo de R$ 1,7 bilhão no lucro líquido consolidado do grupo”, informou o relatório.

O resultado será divulgado nesta segunda-feira, 30, após o fechamento do mercado.

O que esperar do balanço da Ambev (ABEV3)

A expectativa dos analistas do Itaú BBA é de um resultado misto. De um lado, a operação brasileira de cerveja e a divisão para América Central e Caribe devem performar bem, mas podem ter o resultado ofuscado pelas operações do Canadá e da América do Sul.

A expectativa do BBA é que o Ebitda da Ambev, principal indicador de caixa operacional da companhia, aumente 13% no consolidado em comparação anual, acompanhando o desempenho mais forte no Brasil, América Central e Caribe. Já a margem Ebitda deverá crescer 250 pontos-base, para 29,7%, com o lucro líquido atingindo R$ 3,4 bilhões –  uma alta de 8% frente ao ano passado.

O resultado será divulgado na terça-feira, 31, antes da abertura do mercado.

Veja também

Acompanhe tudo sobre:BalançosAçõesAssaiAmbevGPA (Grupo Pão de Açúcar)

Mais de Invest

Musk diz que Tesla pode competir com a China sem tarifas

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2728; prêmio é de R$ 40 mi

Profissional autônomo: veja passo a passo para declarar o Imposto de Renda 2024

Criptomoedas: aula virtual ensina como investir com confiança e sem armadilhas; veja como assistir

Mais na Exame