Ações da Tenda (TEND3) disparam 31% apesar de prejuízo; vale comprar?

Incorporadora tem queda de 438% no lucro 2º tri, mas margens dão sinal de melhora
Incorporadora Tenda registrou prejuízo de R$ 114,4 milhões no 2º tri (Germano Lüders/Exame)
Incorporadora Tenda registrou prejuízo de R$ 114,4 milhões no 2º tri (Germano Lüders/Exame)
Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Publicado em 05/08/2022 às 16:58.

Última atualização em 05/08/2022 às 17:49.

As ações da Tenda (TEND3) saltaram 31% nesta sexta-feira, 5, com investidores reagindo ao balanço da companhia divulgado na última noite. A companhia registrou prejuízo de R$ 114,4 milhões, queda de 438,9% frente ao mesmo período do ano passado.

O resultado fraco, no entanto, não foi impeditivo para a disparada dos papéis, que respondem à recuperação das margens da companhia, impulsionadas, principalmente, pelo programa Casa Verde Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida).

As vendas de junho do programa apresentaram margem de 30,6%, valor superior aos 17,4% reportados no conjunto do trimestre.

“Com as recentes mudanças no programa, acreditamos que pode haver espaço para margens aumentarem muito mais, o que significa que a lucratividade da Tenda pode se recuperar rapidamente”, informou, em relatório, o BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da EXAME).

Analistas do Itaú BBA também destacaram como positivas as perspectivas de melhoras para as margens da Tenda. 

“Apesar da contração da margem bruta no trimestre, a empresa observou que as novas vendas já estão rendendo margens brutas acima da marca de 30%, sinalizando que a companhia pode estar no caminho da recuperação”, afirmaram em relatório.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Vale comprar?

Mesmo com as perspectivas positivas, o BBA mantém recomendação neutra para as ações, com preço-alvo de R$ 5, com os analistas ainda aguardando sinais mais claros de mudança antes de voltar a recomendar o papel.

O BTG também tem preço-alvo de R$ 5 para a Tenda, mas deixa indicado que pretende rever seus números para a empresa após a divulgação do balanço.

O papel da Tenda encerrou o dia cotado a R$ 5,92 – acima da recomendação dos analistas.

Veja também