Inteligência Artificial

Spotify criará playlists a partir de emojis, emoções e pedidos escritos

Usando inteligência artificial, o app gerará, a partir de um prompt escrito, uma playlist que combine com o que foi requisitado

Publicado em 8 de abril de 2024 às 10h31.

Última atualização em 8 de abril de 2024 às 11h21.

A mais recente novidade do Spotify acaba de chegar: uma nova opção permitirá que usuários criem playlists baseadas em prompts escritos. O recurso, que deve ser desenvolvido nos próximos meses, será inicialmente disponibilizado no Reino Unido e na Austrália.

Assim, será possível pedir ao aplicativo que crie playlists animadas, para meditar ou até mesmo canções que "me façam sentir como um protagonista", conforme sugere o próprio app. Emojis, emoções e atividades também poderão ser utilizadas como inspiração para os prompts.

Com a nova função, o usuário poderá enviar uma breve descrição do que procura ao aplicativo, que então usará a inteligência artificial para entender o pedido e colocar músicas que combinem com ele à playlist. A função será semelhante ao ChatGPT, que, por meio de prompts, faz pesquisas e responde ao usuário.

Mesmo depois da geração da playlist, será possível usar a IA para refinar o resultado final e enviar comandos demandando músicas mais calmas, por exemplo.

Não é a primeira vez em que o Spotify lança mão da inteligência artificial. No ano passado, a empresa passou a disponibilizar a função DJ com IA em 51 países. O recurso monta listas de reprodução com base em determinado padrão de músicas. De acordo com a plataforma, a inteligência “classificará as faixas mais recentes e relembrará alguns de seus antigos favoritos — talvez até fazendo ressurgir aquela música que você não ouve há anos”.

Algumas limitações da IA envolvem prompts ofensivos ou que envolvam eventos atuais.

Espera-se que o Spotify incremente seu preço ainda neste ano. Nesse sentido, o uso de inteligência artificial pode também influenciar esse aumento, tornando o aplicativo ainda mais caro.

Acompanhe tudo sobre:MúsicaMúsica popSpotify

Mais de Inteligência Artificial

Balanço da Nvidia indica que euforia com inteligência artificial está longe de acabar

Em quanto tempo a IA vai ficar mais inteligente que humanos? Musk e CEO chinês têm palpites

OpenAI não copiou voz de Scarlett Johansson para o ChatGPT, diz jornal

Alexa será atualizada com IA e Amazon vai cobrar taxa pela tecnologia, diz site

Mais na Exame