Acompanhe:

A empresa de tecnologia OpenAI, criadora da plataforma de inteligência artificial ChatGPT, anunciou nesta quarta-feira a volta como CEO do seu co-fundador Sam Altman, dias depois de ele ter sido demitido pelo conselho de administração.

“Chegamos a um acordo de princípio para Sam retornar à OpenAI como CEO com um novo conselho composto por Bret Taylor (presidente), Larry Summers e Adam D’Angelo”, publicou a empresa na plataforma X.

A OpenAI havia anunciado na última sexta-feira que o então CEO deixaria o cargo após decisão do conselho de diretores da empresa. No seu lugar, assumiria interinamente Mira Murati, diretora de tecnologia da companhia, responsável por produtos como ChatGPT e o Dall-E.

"A saída do Sr. Altman segue-se a um processo de revisão deliberativa por parte do conselho, que concluiu que ele não era consistentemente sincero nas suas comunicações, prejudicando a sua capacidade de exercer as suas responsabilidades. O conselho não confia mais em sua capacidade de continuar liderando a OpenAI", disse a empresa por meio de nota na ocasião.

Demissão

Na ocasião da demissão, Altman fez uma publicação nas redes sociais comentando sua saída. "Adorei meu tempo na OpenAI. Foi transformador para mim pessoalmente e, espero, para o mundo um pouco. Acima de tudo, adorei trabalhar com pessoas tão talentosas. Terei mais a dizer sobre o que vem a seguir mais tarde", publicou ele no X, antigo Twitter.

A apresentação do ChatGPT pela OpenAI ao mundo transformou Altman, de 38 anos, em uma celebridade instantânea, conquistando uma audiência com líderes mundiais, incluindo o presidente dos EUA, Joe Biden, e o primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak.

Ele é uma figura franca na comunidade de IA, alinhando-se a um grupo de evangelistas que foram pioneiros e avançaram nas tecnologias, ao mesmo tempo em que alertam sobre seu potencial para acabar com a humanidade.

Sua saída foi uma surpresa para quem estava dentro e fora da empresa: Altman ainda estava enviando e-mails regulares aos funcionários no final da manhã de sexta-feira, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

Como CEO, Altman transformou a OpenAI na empresa de IA mais importante do mundo. Recentemente, a empresa estava em negociações para vender ações de funcionários a investidores com uma avaliação de US$ 86 bilhões.

O ChatGPT e o gerador de imagens da OpenAI, Dall-E, trouxeram a IA generativa para o mainstream. Ambas as ferramentas utilizam uma tecnologia que treina em grandes quantidades de dados digitais e pode produzir conteúdo semelhante ao humano, como imagens, texto e código, quando solicitado.

A IA generativa é uma tecnologia que treina em vastas áreas de dados digitais e pode produzir conteúdo semelhante ao humano, como imagens, texto e código, quando solicitado.

Fundada em 2015, a empresa lançou o ChatGPT há cerca de um ano, desencadeando um grande interesse no setor. Cerca de 100 milhões de pessoas usam o serviço todas as semanas, anunciou a empresa em novembro. Mais de 90% das empresas Fortune 500 estão construindo ferramentas na plataforma da OpenAI.

A companhia fornece seu software para empresas e está a caminho de ter uma receita anual de cerca de US$ 1 bilhão, informou a Bloomberg em agosto.

Ao mesmo tempo, a OpenAI enfrenta uma concorrência crescente de produtos rivais bem financiados, desenvolvidos por outras startups e gigantes da tecnologia, incluindo o Google, da Alphabet.

O conselho de diretores, responsável pela decisão de demitir Altman, é composto pelo cientista-chefe da OpenAI, Ilya Sutskever, pelos diretores independentes, CEO da Quora, Adam D’Angelo, pela empreendedora de tecnologia Tasha McCauley e por Helen Toner, do Centro de Segurança e Tecnologia de Georgetown.

"Somos gratos pelas muitas contribuições de Sam para a fundação e crescimento da OpenAI. Ao mesmo tempo, acreditamos que é necessária uma nova liderança à medida que avançamos. Como líder das funções de pesquisa, produto e segurança da empresa, Mira está excepcionalmente qualificada para assumir a função de CEO interina. Temos a maior confiança em sua capacidade de liderar a OpenAI durante este período de transição", disse ainda o conselho, em nota

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
McDonald’s está usando IA no processo seletivo — e o resultado é bizarro
Inteligência Artificial

McDonald’s está usando IA no processo seletivo — e o resultado é bizarro

Há 2 dias

Você pode experimentar a nova ferramenta de vídeo da OpenAI – basta pedir para Sam Altman
Inteligência Artificial

Você pode experimentar a nova ferramenta de vídeo da OpenAI – basta pedir para Sam Altman

Há 2 dias

Conheça o Sora, novo modelo da OpenAI que pode criar vídeos realistas do zero
Inteligência Artificial

Conheça o Sora, novo modelo da OpenAI que pode criar vídeos realistas do zero

Há 2 dias

Universidade de elite dos EUA vai oferecer bacharelado em Inteligência Artificial
Inteligência Artificial

Universidade de elite dos EUA vai oferecer bacharelado em Inteligência Artificial

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais