Inteligência Artificial

Como saber se o ChatGPT está fora do ar?

Plataforma apresenta instabilidade na tarde desta segunda-feira, 17

 (Photo by KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP via Getty Images)

(Photo by KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP via Getty Images)

Rafael Arbulu
Rafael Arbulu

Redator freelancer

Publicado em 17 de junho de 2024 às 16h00.

Última atualização em 17 de junho de 2024 às 16h16.

Tudo sobreInteligência artificial
Saiba mais

Lançado em novembro de 2022, o ChatGPT, da OpenAI, rapidamente tornou-se o símbolo da tecnologia conhecida como “inteligência artificial generativa”. Embora hoje existam inúmeras ferramentas do setor, ele ainda permanece como a sua figura mais reconhecida.

Por causa desta fama, o ChatGPT ocasionalmente enfrenta momentos onde sua infraestrutura tecnológica é desafiada e, consequentemente, pode acabar ficando fora do ar por alguns momentos. A seguir, saiba como se antecipar a essa possibilidade e avaliar o status da ferramenta antes de usá-la:

ChatGPT está fora do ar? IA generativa apresenta instabilidade nesta segunda-feira, 17

O ChatGPT caiu? Veja como verificar o status

A forma mais fácil de verificar o status do ChatGPT vem da própria OpenAI. Por meio da página “OpenAI Status”, você pode obter análises atualizadas de funcionamento das ferramentas da empresa, não somente para o exato momento da consulta, mas também um histórico de trabalho delas em vários períodos.

Ler a página OpenAI Status não requer nenhum conhecimento técnico. Como os informativos são feitos por cores – verde, amarelo, vermelho – basta apenas que você passe o mouse por uma delas para saber o que ocorreu com a ferramenta naquele dia.

Verde

O status “verde” do ChatGPT é o mais simples de se entender – e também aquele pelo qual todos nós torcemos que esteja quando precisamos da ferramenta. Basicamente, ele significa que toda a estrutura da OpenAI está funcionando dentro do que se espera, e seu uso está normalizado.

Amarelo

O status “amarelo” é onde as situações menos desejadas começam a aparecer. Embora esta cor não signifique que o ChatGPT esteja completamente fora do ar, ela requer atenção por ser um indício de que a ferramenta esteja passando por alguma falha que a faça funcionar com lentidão ou gargalos de processamento.

Aqui, vale a cautela: você ainda consegue utilizar o ChatGPT, mas tente priorizar requisições de pequeno porte, como perguntas simples, e evitar pedidos maiores, como redações e revisões de texto, códigos de programação e similares. Senão, você arrisca um tempo de resposta maior do que o normal.

Vermelho

A cor “vermelha” é o sinal de que o ChatGPT pode até não ter caído, mas está perto ou em vias de cair. A situação “amarela” acabou piorando ao longo do tempo e, agora, qualquer requisição feita à ferramenta vai demorar demais para ser respondida – isso, se for respondida.

Vale citar que as cores também trazem históricos de incidentes anteriores que já foram resolvidos. Navegando a página até o final, você vê situações prévias separadas por datas, tempo de duração da falha e os motivos em potencial para elas terem ocorrido.

Isso é muito mais útil do que parece: imagine, por exemplo, que o ChatGPT teve uma pequena desaceleração “amarela” em pleno feriado de Sexta-feira Santa, devido a um número maior que o esperado de requisições, graças a pessoas demais procurando receitas de refeições com peixes.

Essa contextualização pode ajudar você a se planejar melhor em eventos futuros, antecipando o usuário a potenciais falhas futuras.

Como checar o status do ChatGPT de outras formas?

Além da OpenAI Status, outras duas formas de verificação de status podem ser utilizadas caso você queira garantir o melhor uso para o ChatGPT: a primeira ainda vem da própria empresa, enquanto a segunda é uma solução generalizada que existe justamente para esta finalidade.

Perfil da OpenAI no X

A OpenAI mantém uma sólida presença nas redes sociais e, contextualizando cada um dos seus perfis, ela os usa para diversas finalidades. No caso de status e manutenção, o X (antigo Twitter) é o caminho mais indicado.

Isso porque, de tempos em tempos, a equipe de mídias sociais da empresa veicula flutuações de status em tempo real, monitorando o ChatGPT junto do time técnico e cruzando esses dados com denúncias e reclamações dos usuários.

Assim, você consegue um panorama completo de como o ChatGPT está se comportando naquele momento. A única “perda” aqui é a consulta de histórico de incidentes,que deve ser feita manualmente.

Down Detector

O site Down Detector é uma das ferramentas favoritas para especialistas em tecnologia, jornalistas e usuários, pela sua característica de reunir relatos de usuários de todo o tipo de ferramenta, compilando os dados e entregando um relatório completo de status.

Com o ChatGPT não é diferente. Através do endereço (downdetector.com.br), você tem acesso à barra de buscas da página e, digitando apenas o nome do produto desejado (neste caso: “ChatGPT”), você tem toda a situação da ferramenta bem como seu histórico de hora em hora, sinalizando o momento exato em que o problema começou.

Mais além, o Down Detector mede a intensidade da falha em “temperaturas”, indicando quando as reclamações se tornaram mais intensas, seja por número ou tom de voz. Finalmente, o relatório também dá o motivo da falha, seja ela lentidão, problemas com login ou outros.

Leia também

Acompanhe tudo sobre:ChatGPTOpenAI

Mais de Inteligência Artificial

Cerca de 80% das empresas no Brasil investiram ou vão investir em IA nos próximos 12 meses

OpenAI define cinco níveis para alcançar a inteligência artificial humana

Pesquisa mostra resistência ao uso de IA no atendimento ao cliente

AMD anuncia aquisição do maior laboratório privado de IA da Europa por R$ 3,5 bilhões

Mais na Exame