Inteligência Artificial

Asus anuncia portfólio de notebooks com IA da Microsoft

Copilot+, anunciado recentemente pela empresa de Satya Nadella, estará disponível em três linhas de notebooks Asus

Laura Pancini
Laura Pancini

Repórter de Tecnologia e Inteligência Artificial

Publicado em 3 de junho de 2024 às 11h11.

Última atualização em 3 de junho de 2024 às 11h36.

Tudo sobreInteligência artificial
Saiba mais

A Asus acaba de oficialmente lançar uma nova linha de notebooks com Copilot+, assistente de IA da Microsoft que fica disponível no software do Windows. Agora, o recurso de inteligência artificial está disponível nas linhas ProArt, Zenbook e Vivobook, indicando que a gigante taiwanesa também vai se aventurar no mercado de IA — mas, pelo menos por enquanto, apostando na tecnologia de outras big techs, como a de Satya Nadella.

A Asus dividiu os anúncios em três públicos: para criadores de conteúdo, gamers e todo mundo. Para o primeiro grupo, são três novos modelos ProArt com ferramentas como DialPad e aplicativos alimentados por IA, com dois sendo equipados com o processador AMD Ryzen™ AI 300 e a GPU NVIDIA GeForce RTX 4070.

Já os entusiastas de design e tecnologia podem se preparar para o novo Zenbook S 16 (UM5606). Este notebook ultraportátil de 16 polegadas, com apenas 1,1 cm de espessura, apresenta o processador AMD Ryzen™ AI 300.

Além disso, a Asus anunciou novos modelos na linha TUF Gaming: o TUF Gaming A14 e o TUF Gaming A16. Com novos designs mais finos, eles utilizam os processadores AMD Ryzen™ 9 HX 370 e GPUs NVIDIA dedicadas. Esses notebooks são ideais para gamers que precisam de desempenho robusto e durabilidade.

Destaque para o Vivobook

O Vivobook S 15 (S5507) foi anunciado como o primeiro PC Copilot+ da Asus durante a Computex, evento de tecnologia realizado em junho deste ano. Este notebook elegante e alimentado por IA utiliza a plataforma Snapdragon X Elite.

Outros modelos da linha Vivobook também receberam atualizações com o processador AMD Ryzen™ AI 300, incluindo o Vivobook S14 de 14 polegadas (M5406), o Vivobook S 15 de 15,6 polegadas (M5506) e o Vivobook S de 16 polegadas (M5606).

Os recursos de IA do Windows, como o Recall e o Cocreator no Paint, estarão disponíveis no Vivobook S 15 a partir de 18 de junho, com uma atualização gratuita para as experiências de PC Copilot+ chegando a todos os modelos.

As principais novidades da Asus

  • IA para criadores: notebooks da linha ASUS ProArt com os mais recentes processadores AMD Ryzen™ AI 300 e processadores Snapdragon® X Elite. Exclusivos aplicativos StoryCube e MuseTree
  • IA para notebooks ultrafinos: ASUS Zenbook S 16 ultrafino com tampa Ceralumínio™, o mais recente processador AMD Ryzen™ AI 300, com sistema de arrefecimento avançado para suportar TDP de 28W num chassi de apenas 1,1 cm de espessura;
  • IA para jogos: novo notebook ASUS TUF Gaming A14 e TUF Gaming A16 com novos processadores AMD Ryzen™ AI 300 e design ultraportátil;
  • IA para todos: novo ASUS Vivobook S 15 é o primeiro notebook Copilot+ da ASUS. Os novos modelos Vivobook S 14 e S 16 agora contam com processador AMD Ryzen™ AI 300.

O que é o Copilot+?

Da Microsoft, o Copilot+ é um assistente de inteligência artificial (IA) capaz de controlar diferentes ferramentas dentro do Windows 11.

O exemplo de maior destaque é o Recall, que transforma as atividades do usuário em um grande arquivo de ações. A ferramenta turbina o Windows para que ele consiga criar associações com imagens, textos, vídeos e áudios com o uso de 40 modelos de linguagem em larga escala.

Os laptops Copilot+PC terão requisitos específicos de hardware para garantir o desempenho prometido pela Microsoft. Eles devem possuir, no mínimo, um SSD de 256GB, um processador neural (NPU) integrado e 16GB de RAM — o dobro da capacidade inicial do MacBook Air. Os modelos com chips X Series, da Qualcomm, prometem até 15 horas de navegação na web.

Acompanhe tudo sobre:MicrosoftNotebooks

Mais de Inteligência Artificial

Desmistificando a IA: como ela está transformando negócios e carreiras

IA vira arma para hackers e empresas se encontram sem profissionais qualificados

Para surfar a onda da IA, Samsung promete aos clientes fábrica de chips 20% mais rápida

Amazon enfrenta desafios para integrar IA generativa na Alexa, revelam ex-funcionários

Mais na Exame