Inteligência Artificial

Apple quer lançar neste ano próprio chip com recursos de IA

Componentes são semelhantes aos que estão nos computadores da linha Mac

Publicado em 10 de maio de 2024 às 07h19.

A Apple fornecerá alguns de seus próximos recursos de inteligência artificial neste ano por meio de data centers alimentados por seus próprios chips. A empresa de Cupertino agora trabalha para integrar IA generativa em seus produtos.

De acordo com a Bloomberg, a Apple está colocando seus chips em servidores de computação em nuvem capazes de processar tarefas avançadas de IA que chegam aos dispositivos da companhia.

Os chips são semelhantes aos que estão nos computadores da linha Mac. Assim, tarefas mais simples relacionadas à IA serão processadas no dispositivo.

O plano de usar seus próprios chips e processamento em nuvem para tarefas de IA foi concebido há cerca de três anos, mas a Apple acelerou o cronograma depois que o lançamento do ChatGPT da OpenAI mudou a forma como a IA era entendida pelo público geral até então.

Nesta semana, a Apple anunciou sua nova geração de chips, o M4, que estarão nos futuros modelos do iPad Pro e também terão algumas funções de IA.

Segundo reportagem do The Wall Street Journal divulgada nesta semana, a fabricante do iPhone tem trabalhado em estreita colaboração com a Taiwan Semiconductor Manufacturing (maior fabricante de semicondutores do mundo) para projetar e iniciar a produção de chips mais modernos.

Acompanhe tudo sobre:AppleInteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Por que o AI Pin se tornou o maior fracasso de 2024

A história que a Globo precisou de inteligência artificial para contar

Reguladores dos EUA investigam Nvidia, Microsoft e OpenAI por conduta antitruste no mercado de IA

Esta empresa usa IA para conceder créditos a pessoas sem histórico financeiro

Mais na Exame