Novo robô da Boston Dynamics promete automatizar armazéns; veja vídeo

A empresa garante que o robô irá ajudar na automatização de armazéns, devido ao seu tamanho semelhante ao de um humano e outras ferramentas
 (Boston Dynamics/Divulgação)
(Boston Dynamics/Divulgação)
L
Laura Pancini

Publicado em 29/03/2021 às 10:51.

Última atualização em 29/03/2021 às 10:56.

A empresa americana de engenharia, Boston Dynamics, acaba de lançar o Stretch, um robô totalmente logístico e cujo intuito é movimentar caixas em armazéns.

Sua intenção é ser o mais prático possível, com base móvel quadrada, conjunto de rodas, câmeras, sensores e um braço robótico gigante, com uma ventosa em sua extremidade para agarrar e mover caixas de até 23 quilogramas. De acordo com a empresa, a máquina pode mover até 800 caixas por hora e tem bateria suficiente para operar por 8 horas seguidas, ambos os dados semelhantes aos de um humano.

A Boston Dynamics já é conhecida pelo seu cão-robô Spot, uma máquina projetada para trabalhar em diversos ambientes,. Enquanto o cão e outras criações da empresa se fixam em um local só e tem seu sistema modelado para trabalhar em torno desse lugar, o Stretch tem a capacidade de andar por qualquer local de trabalho.

“Isso é o que é empolgante sobre este sistema: ele pode fornecer automação para ambientes que não têm infraestrutura de automação”, disse Michael Perry, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Boston Dynamics. “Você pode pegar esse recurso e movê-lo para a parte de trás do caminhão, pode movê-lo para os corredores, pode movê-lo ao lado de seus transportadores. Tudo depende de qual é o problema do dia. ”

A linhagem de Stretch pode ser rastreada até ao Atlas, robô de duas pernas da Boston Dynamics que é capaz de correr, pular e dar cambalhotas por conta de seu peso suave. “O Atlas pegar uma caixa não é apenas estender os braços e movê-los, é coordenar quadris, pernas e tronco”, diz Perry. “Muito desse mesmo pensamento de design foi aplicado ao Stretch.”

Questões como dinheiro e a flexibilidade no fluxo de trabalho tornam a automação uma questão de "tudo ou nada". Atualmente, cerca de 80% dos armazéns não possuem qualquer equipamento de automação.

Muitas empresas não veem o trabalho híbrido como algo produtivo e escolhem deixar o armazém sem qualquer ajuda robótica, porque a outra solução seria mudar completamente o espaço para automatizá-lo, o que não sai barato e toma tempo.

A Boston Dynamics garante que o Stretch será a solução para reduzir a divisão. Ela afirma que o robô pode ser operado por qualquer pessoa após algumas horas de treinamento e sua base móvel encaixa em espaços projetados para humanos.

No momento, a empresa está em busca de clientes que querem usar o Stretch para testes piloto. Seu objetivo é começar a comercializar o robô em 2022, mas nenhuma faixa de preço foi definida ainda.

Recentemente, a Hyundai Motor comprou uma participação de 80% na Boston Dynamics. O intuito da montadora sul-coreana é expandir a automação de suas fábricas e desenvolver carros autônomos, drones e robôs.

Veja vídeo: