Future of Money

Volume negociado de criptomoedas cai em abril pela 1ª vez após sete meses de alta

Queda nos investimentos foi puxada pelo bitcoin, mas mercado ainda somou US$ 6,58 trilhões em movimentações de investidores

Mercado de criptomoedas voltou a cair em 2024 (Reprodução/Reprodução)

Mercado de criptomoedas voltou a cair em 2024 (Reprodução/Reprodução)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 9 de maio de 2024 às 15h11.

Última atualização em 9 de maio de 2024 às 15h37.

O volume negociado de criptomoedas em abril teve a sua primeira queda após sete meses consecutivos de alta, de acordo com dados da empresa CCData. No último mês, o setor registrou um total de negociações nos mercados à vista e de futuros que totalizou US$ 6,58 trilhões, uma queda de 43,8%.

A queda ocorreu logo após um novo recorde para o mercado cripto em março, quando o volume negociado chegou a US$ 9,12 trilhões. No mesmo período, o bitcoin teve uma forte valorização e chegou a superar recordes históricos de preço, negociando acima da casa dos US$ 70 mil.

Semanas depois, porém, a maior criptomoeda do mundo acabou sendo prejudicada por uma piora do quadro macroeconômico global e por um aumento das tensões geopolíticas, resultando em um acumulado de queda de 15% no preço em abril, também quebrando uma sequência de sete meses de alta.

Na divisão por tipo de mercado, o segmento de negociação de preços futuros foi o mais afetado, com uma queda de 47,6% no volume negociado e totalizando US$ 4,57 trilhões. Já o segmento de preços à vista teve uma queda menor, de 32,6%, totalizando US$ 2,01 trilhões.

Em um relatório, a CCData pontuou que a queda "ocorreu na esteira de dados macroeconômicos inesperados, uma escalada na crise geopolítica no Oriente Médio e fluxos líquidos negativos de ETFs de bitcoin à vista dos EUA, fazendo com que os principais ativos cripto devolvessem os ganhos obtidos em março".

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Qual é a maior corretora do mercado cripto?

Os dados da CCData também apontam que a Binance segue na liderança do setor, com a maior fatia de mercado entre as corretoras de criptomoedas. Entretanto, a fatia da exchange caiu em abril, passando de 41,5% para 39,2%, com uma queda de volume negociado de US$ 679 bilhões, a primeira desde setembro de 2023.

Na visão da CCData, a queda ocorreu devido às tensões em torno do julgamento de Changpeng Zhao, o ex-CEO da Binance. Considerando as fatias de mercado, completam as cinco maiores corretoras do mercado as exchanges Bybit, OKX, Coinbase e Bitget.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

Bitcoin em “queda livre” é oportunidade de compra? Especialista do BTG responde

G20 debate como blockchain pode ajudar na economia digital e segurança dos maiores países do mundo

Inteligência artificial “vai transformar bancos”, diz pesquisa do Boston Consulting Group

Adoção em massa de cripto está a 12 ou 18 meses de distância, afirma executivo

Mais na Exame