Future of Money

Taxas de transação com bitcoin despencam e revertem disparada após halving

Fracasso de novo projeto de NFTs lançado logo após conclusão do halving pode estar ligado à queda nas taxas

Bitcoin teve novo halving no dia 19 de abril (Reprodução/Reprodução)

Bitcoin teve novo halving no dia 19 de abril (Reprodução/Reprodução)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 22 de abril de 2024 às 11h02.

As taxas de transação na rede do bitcoin despencaram nesta segunda-feira, 22, revertendo uma disparada nos valores observada logo após a conclusão do halving da criptomoeda. O evento foi concluído na última sexta-feira, 19, e agora o mercado observa seus possíveis efeitos na dinâmica do ativo.

Dados da plataforma Mempool.Space apontam que as taxas pagas por usuários do blockchain chegaram a disparar para US$ 146 para transações de média prioridade e US$ 170 para transações de alta prioridade nas primeiras horas após a conclusão do halving, na madrugada do última sábado, 20.

Em seguida, porém, as taxas começaram a cair e retornaram a um patamar semelhante ao observado anteriormente na rede. No momento, uma transação de alta prioridade com bitcoin tem uma taxa de US$ 12,37, enquanto uma transação de prioridade média tem uma taxa de US$ 11,72, indicando a forte redução.

Analistas do mercado de criptomoedas apontam que a queda nas taxas pode estar ligada a uma performance aquém do esperado do protocolo Runes. A iniciativa foi lançada logo após o halving e permite a criação de um novo tipo de token não-fungível (NFT, na sigla em inglês) no blockchain do ativo.

A expectativa era que o protocolo resultasse em uma alta atividade de usuários no blockchain do bitcoin, repetindo um efeito semelhante ao do protocolo Ordinals. O projeto, o primeiro a permitir a criação de NFTs na rede, fez com que a taxa de transação disparasse em mais de uma ocasião devido à alta atividade de usuários.

Até o momento, porém, o Runes não parece ter tido o mesmo efeito que o Ordinals. Nas últimas 24 horas, o preço mínimo de um NFT do protocolo caiu quase 50%, segundo dados do marketplace Magic Eden. Já o preço mínimo de coleções do Ordinals acumula alta no mesmo período.

As taxas de transação na rede do bitcoin são definidas a partir do valor que os usuários oferecem aos mineradores da criptomoeda para ter uma prioridade na "fila" de transações que aguardam a validação e processamento para inclusão no blockchain. Em geral, as taxas tendem a subir em períodos de maior atividade, com um alto número de operações para processamento na fila.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasCriptoativosBlockchain

Mais de Future of Money

Bitcoin só voltará a disparar após eleições nos EUA, diz CEO de gestora de R$ 40 bilhões

Criptomoeda ligada ao Telegram estreia no mercado com disparada de 4.650% e alta volatilidade

IA e blockchain: a união do futuro? Apostando no setor, BTG disponibiliza duas novas criptos na Mynt

Morgan Stanley revela investimento de mais de R$ 1 bilhão em ETFs de bitcoin

Mais na Exame