Acompanhe:

Analistas do JPMorgan afirmaram nesta semana que o acordo firmado entre a Binance e o governo dos Estados Unidos deverá ser positivo para o mercado de criptomoedas ao eliminar um "risco sistêmico" de um possível colapso no setor. O banco falou sobre o tema em um relatório.

Para os analistas, a perspectiva envolvendo o acordo é "positiva, já que a incerteza em torno da própria Binance tende a diminuir e suas negociações e o ecossistema da BNB tendem a se beneficiar". Nesse sentido, o acordo reduz as chances da Binance ter uma quebra como a da sua rival, a FTX.

À época, a falência da segunda maior corretora de criptomoedas fez com que diversos ativos despencassem, além de ter levado várias empresas à falência e ter impactado negativamente a confiança de muitos investidores em relação a outras exchanges, com prejuízos se estendendo por meses.

Agora, os analistas do JPMorgan esperam que o mercado cripto tenha menos incertezas quanto ao seu futuro. Já a Binance deverá ter mais "espaço para respirar", o que pode beneficiar as operações da corretora ao eliminar um risco constante de punições pelas autoridades norte-americanas.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Acordo entre a Binance e os EUA

O acordo anunciado pela Binance e reguladores dos Estados Unidos nesta semana envolverá o pagamento de uma multa de US$ 4,3 bilhões (cerca de R$ 21 bilhões, na cotação atual) por parte da exchange para evitar a abertura de um processo referente a violações de leis contra lavagem de dinheiro.

Além disso, o então CEO da companhia, Changpeng Zhao, concordou em renunciar ao cargo. Ele será substituído por Richard Teng, que trabalhava na área de regulação da corretora de criptomoedas. Nas redes sociais, Teng disse que sua prioridade será garantir a estabilidade financeira e a segurança da corretora.

A corretora, que vai deixar os EUA, também admitiu que, quando foi lançada, "não tinha controles de conformidade adequados para a empresa que estava se tornando rapidamente, e deveria ter". "A Binance cresceu globalmente em um ritmo extremamente rápido, em uma indústria nova e em evolução que estava nos estágios iniciais de regulamentação, e a Binance tomou decisões equivocadas ao longo do caminho".

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Da centralização à revolução SocialFi: como a tecnologia blockchain está moldando as redes sociais
Future of Money

Da centralização à revolução SocialFi: como a tecnologia blockchain está moldando as redes sociais

Há 12 horas

ETFs de bitcoin: o que não te contam
Future of Money

ETFs de bitcoin: o que não te contam

Há 13 horas

Fiesp quer incentivar adoção de blockchain na indústria e lança material sobre tecnologia
Future of Money

Fiesp quer incentivar adoção de blockchain na indústria e lança material sobre tecnologia

Há um dia

Reddit investe em bitcoin e outras duas criptomoedas, revela pedido de IPO
Future of Money

Reddit investe em bitcoin e outras duas criptomoedas, revela pedido de IPO

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais