Future of Money

ETF aprovado, preço de lado: quando o ether vai começar a subir (ou cair)?

Aprovação inesperada dos primeiros ETFs de ether à vista nos EUA mexeu com o sentimento de investidores, mas não refletiu tanto na cotação

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Mariana Maria Silva
Mariana Maria Silva

Repórter do Future of Money

Publicado em 28 de maio de 2024 às 12h08.

Última atualização em 28 de maio de 2024 às 13h47.

Tudo sobreEthereum
Saiba mais

Na última semana, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) aprovou os primeiros fundos negociados em bolsa (ETFs) de ether à vista no país. A decisão pegou investidores, especialistas e até mesmo gestoras de surpresa.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas do BTG Pactual e a curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

“Quando a gente pensava em ETFs de ether à vista o cenário era muito incerto, na verdade ele era até certo de que essa aprovação não aconteceria e ela acabou acontecendo na última semana. A SEC aprovou esses ETFs nos EUA surpreendendo muito com uma mudança de visão em relação a Ethereum, o que traz um viés muito positivo para o mercado como um todo”, comentou Lucas Josa, especialista de criptoativos do BTG Pactual, no programa Morning Call Crypto do YouTube.

yt thumbnail

“O principal motivo para a aprovação dos ETFs é muto mais político. Temos uma pressão muito grande do Trump como um novo candidato à Presidência e uma narrativa muito forte pró-cripto”, acrescentou Josa. Recentemente, o próprio criador da Ethereum comentou sobre a questão política envolvendo os ETFs de ether.

O ether vai disparar?

Apesar de positiva, a aprovação dos ETFs ainda não surtiu o impacto esperado na cotação do ether, criptomoeda nativa da rede Ethereum, que é cotada a US$ 3.852 no momento, com queda de 1,8% nas últimas 24 horas, de acordo com dados do CoinMarketCap.

É preciso lembrar que a aprovação recente da SEC não envolve os formulários “S1”, que autorizam a listagem dos ETFs em bolsa. Portanto, eles ainda não estão disponíveis para negociação e não se sabe quando isso ocorrerá.

De acordo com Lucas Josa, especialista em criptoativos do BTG Pactual, isso pode incentivar um movimento de especulação que pode ser positivo para a cotação do ether.

“Esses ETFs serão negociados em algum momento, mas nós não temos ainda o S1 aprovado, que é o formulário que permite que os ETFs sejam efetivamente listados em bolsa. Na minha cabeça isso ainda vai demorar um tempo porque não tivemos nenhum tipo de engajamento entre a SEC e as gestoras, que provavelmente nem esperavam que esses ETFs seriam aprovados, então ninguém trabalhou muito para deixar tudo pronto para negociação", explicou Josa no Morning Call Crypto da Mynt, plataforma de criptoativos do BTG Pactual.

"Ainda deve levar um tempo, mas isso pode ter um viés positivo para o mercado porque damos um leque maior de especulação para o ether”, acrescentou.

Apesar das perspectivas otimistas, também existe a possibilidade da cotação do ether cair quando os ETFs começarem a ser negociados, em um movimento similar ao que aconteceu com o bitcoin no início do ano.

“Uma coisa para ficar ligado quando esses ETFs começarem a negociar é que a Grayscale tem o ETHE com mais de US$ 10 bilhões em AUM. Assim como a gente teve o GBTC com outflows muito fortes por conta de taxas do fundo, isso pode acontecer com o ETHE e puxar a cotação do ether para baixo”, disse Josa.

Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas do BTG Pactual e a curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosEthereumETFsSEC

Mais de Future of Money

Adeus ICQ: o que a história nos ensina sobre inovação e impermanência

Segundas camadas do Bitcoin: explorando avanços e desafios na expansão da rede

O que fazer neste momento do mercado cripto?

Como um DJ famoso ganhou (e perdeu) milhões de dólares com NFTs

Mais na Exame