Acompanhe:

Diretor que desviou US$ 4 milhões de série da Netflix para comprar cripto lucrou US$ 27 milhões

Diretor de filmes e séries famosas teria usado quase US$ 11 milhões do orçamento da série que dirigiu para a Netflix para investir e ganhou milhões com um único investimento em uma criptomoeda

Modo escuro

Continua após a publicidade
Visão clássica de Hollywood (Kevork Djansezian/Getty Images)

Visão clássica de Hollywood (Kevork Djansezian/Getty Images)

O diretor da série de ficção científica "Conquest", da Netflix, teria desviado US$ 4 milhões do orçamento da produção para comprar a criptomoeda dogecoin e ganhou US$ 27 milhões com o investimento.

Agora, o diretor Carl Erik Rinsch quer outros US$ 14 milhões da Netflix, de acordo com uma reportagem publicada em 22 de novembro pelo The New York Times, que cita um processo de arbitragem confidencial.

A reportagem do New York Times detalha o drama nos bastidores de "Conquest", série de ficção científica que Rinsch produziu para a Netflix. A gigante do entretenimento desembolsou US$ 55 milhões para viabilizar a produção, mas ainda não recebeu nenhum episódio para exibição.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Em março de 2020, 16 meses depois que a Netflix comprou a ideia de Rinsch e concedeu a ele um orçamento inicial de US$ 44 milhões, o diretor pediu mais dinheiro para complementar o orçamento da série. A Netflix concordou em investir mais US$ 11 milhões em "Conquest" com a condição de que ele terminasse o programa.

Perdeu com ações, mas lucrou com criptomoeda

De acordo com os demonstrativos financeiros obtidos pelo The New York Times, Rinsch usou US$ 10,5 milhões do financiamento adicional para investir no mercado de ações e teria perdido quase US$ 6 milhões em apenas algumas semanas ao investir em opções de empresas farmacêuticas e no índice S&P 500.

Com pouco mais de US$ 4 milhões restantes, Rinsch transferiu o dinheiro para a exchange de criptomoedas Kraken e investiu tudo em dogecoin, a criptomoeda "queridinha" de Elon Musk. Quando ele liquidou suas operações em maio de 2021, ele sacou cerca de US$ 27 milhões, de acordo com um extrato bancário obtido pelo The New York Times.

"Obrigado e que Deus abençoe as criptomoedas", escreveu Rinsch em um bate-papo com um representante da Kraken.

Com os lucros, Rinsch teria gasto quase US$ 9 milhões em móveis de alta qualidade, roupas de grife, um relógio de luxo de mais de US$ 380 mil, cinco Rolls Royces e uma Ferrari, de acordo com um contador forense contratado pela ex-mulher de Rinsch para acompanhar o processo de divórcio do casal.

O New York Times disse que Rinsch iniciou um processo de arbitragem confidencial contra a Netflix, alegando que o serviço de streaming violou o contrato firmado entre as partes e lhe deve US$ 14 milhões em indenizações. A Netflix nega que deva qualquer coisa a Rinsch e se referiu às suas exigências como um abuso.

Em um depoimento, Rinsch declarou que os itens de luxo comprados em sua farra de gastos de quase US$ 9 milhões eram adereços para Conquest. Posteriormente, ele argumentou em seu processo contra a Netflix que o dinheiro era realmente dele e que lhe são devidos outros US$ 14 milhões.

Espera-se que uma decisão sobre o caso seja proferida em breve, já que ambas as partes foram ouvidas no início de novembro.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
'Pobres Criaturas': veja onde assistir ao filme que pode levar o maior prêmio do Oscar de 2024
Pop

'Pobres Criaturas': veja onde assistir ao filme que pode levar o maior prêmio do Oscar de 2024

Há 13 horas

Bitcoin rumo à máxima: o que fazer agora?
Future of Money

Bitcoin rumo à máxima: o que fazer agora?

Há 21 horas

Oscar 2024: Como são escolhidos os indicados e vencedores do maior prêmio do cinema?
Casual

Oscar 2024: Como são escolhidos os indicados e vencedores do maior prêmio do cinema?

Há um dia

‘Acreditamos muito em moedas digitais’, diz CEO da Mastercard no Brasil
Future of Money

‘Acreditamos muito em moedas digitais’, diz CEO da Mastercard no Brasil

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais