Future of Money

Contra desconfiança de investidores, Tether anuncia mudanças no lastro da criptomoeda USDT

Empresa por trás de uma das maiores criptomoedas do mundo anuncia mudança no lastro; USDT tem valor estável e acompanha o preço do dólar norte-americano

USDT fica em 3º no ranking das maiores criptomoedas do mundo atrás apenas de bitcoin e ether (Justin Tallis/Getty Images)

USDT fica em 3º no ranking das maiores criptomoedas do mundo atrás apenas de bitcoin e ether (Justin Tallis/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de outubro de 2022 às 16h49.

Última atualização em 13 de outubro de 2022 às 17h05.

Nesta quinta-feira, 13, a Tether anunciou que eliminou os papés comerciais de suas reservas. Responsável pela maior criptomoeda estável (stablecoin) do mundo, a empresa convive com polêmicas de longa data por conta do lastro da USDT.

Segundo um anúncio, a Tether teria substituído os papéis comerciais por títulos do Tesouro norte-americano, chamados de T-Bills, em um esforço para aumentar a transparência e a proteção do investidor de USDT.

Atualmente, a USDT possui um valor de mercado de US$ 68,4 bilhões, o que faz com que esta seja a maior stablecoin lastreada em dólar do mundo. Sua concorrente direta, a USDC, fica atrás com US$ 45,8 bilhões, segundo dados do CoinMarketCap.

(Mynt/Divulgação)

Geridas pela Tether, as reservas do USDT costumaram levantar dúvidas e polêmicas entre os investidores, que pediam por uma maior transparência. Sabe-se que parte do lastro era investido em papeis comerciais, inclusive da China, segundo especulações. Esta era uma das maiores críticas à gestão das reservas do USDT.

O investimento de parte da reserva em papéis comerciais poderia representar riscos ao mercado, segundo especialistas. Isso porque em um momento de busca por liquidez, há o risco de insolvência, ou seja, quando investidores buscam resgatar seus investimentos ao mesmo tempo e uma instituição não tem reservas suficientes para honrar com os saques.

A mudança de alocação das reservas do USDT pode resolver parte do problema. No entanto, a desconfiança continua entre investidores, dada a abordagem adotada pela Tether sobre a transparência do lastro de uma das maiores criptomoedas do mundo. No ranking, o USDT fica em terceiro lugar, atrás apenas de bitcoin e ether, segundo dados do CoinMarketCap.

Em um comunicado, a Tether defendeu a transparência do lastro e reforçou seu compromisso com a segurança do mercado cripto.

“Em 1º de julho, a empresa compartilhou uma atualização sobre seu progresso em reduzir ainda mais sua carteira de papéis comerciais para um mínimo de US$ 3,5 bilhões, que estava de acordo com o compromisso da Tether com a comunidade. Em 30 de setembro, a empresa anunciou que estava abaixo de US$ 50 milhões em participações de papel comercial. Hoje, a meta de reduzir o número a zero foi cumprida”, concluiu a empresa.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:Criptomoedas

Mais de Future of Money

Notcoin: criptomoeda de jogo no Telegram dispara 60% e mira valor de US$ 1 bilhão

ETFs de bitcoin e ether nos EUA vão valer US$ 450 bilhões, projeta gestora

ETF aprovado, preço de lado: quando o ether vai começar a subir (ou cair)?

Corretora falida Mt. Gox movimenta US$ 9 bilhões em bitcoins e gera apreensão no mercado

Mais na Exame