Bitcoin vai na contramão dos mercados globais e é cotado abaixo de US$ 23 mil

Após queda no preço do bitcoin, criptomoeda precisa manter faixa de preço importante para sustentar novas altas enquanto atenção de investidores está na Ethereum
Analista do BTG aponta fatores importantes para as duas principais criptomoedas do mundo voltarem a subir (Namthip Muanthongthae/Getty Images)
Analista do BTG aponta fatores importantes para as duas principais criptomoedas do mundo voltarem a subir (Namthip Muanthongthae/Getty Images)
L
Lucas CostaPublicado em 04/08/2022 às 11:51.

Resumo

• Correção leve no bitcoin essa semana, na contramão dos mercados globais
• Atenção do mercado segue no ether, mas temos recuperação do valor de mercado do bitcoin no dia de hoje
• O bitcoin precisa se manter acima do suporte em US$20.700 para sustentação do movimento de alta

O bitcoin faz uma leve correção essa semana (-1%), mas que não anula a retomada do otimismo de curto prazo que acompanhamos. Os mercados globais performam bem essa semana, na expectativa do Payroll, o relatório de emprego não agrícola, que será divulgado nesta sexta-feira, 5 e promete trazer bastante volatilidade. O S&P 500 sobe aproximadamente 0,55% essa semana, enquanto o Nasdaq sobe aproximadamente 2,65% - mais sensível à performance dos ativos de tecnologia.

(Mynt/Divulgação)

O destaque pro dia de hoje é a recuperação do valor de mercado do principal criptoativo. Já falamos essa semana que o ether tem performado melhor que o bitcoin, por conta da sua transição de proof of work para proof of stake, encarado como um avanço da rede para o ecossistema cripto. Os efeitos disso são uma diminuição do market cap do bitcoin, uma vez que os investidores alocam em oportunidades relacionadas à rede do ether.

A quinta-feira, 4, começa com uma recuperação desse market cap, com o bitcoin negociando US$24,41 bilhões nas últimas 24 horas, voltando a ter uma força de mercado de US$440,75 bilhões. O aumento de volume de negociação do bitcoin é importante para a continuidade do movimento recente, fornecendo combustível para o preço.

(CoinMarketCap/Reprodução)

A atualização do gráfico diário tem o preço ainda trabalhando acima da média móvel de 21 e 50 períodos, apesar da correção dos últimos 5 dias. O movimento atual é chamado de pullback (correção de tendência), mas é importante lembrar que correções são saudáveis em uma tendência bem estabelecida, uma espécie de “respiro” dos preços.

Tendências de alta são formadas por topos e fundos ascendentes e é isso que enxergamos nos gráficos atualmente, pelo menos no curto prazo. A região limite de suporte para a correção atual é US$20.750 (fundo anterior), que caso seja perdida, pode levar a uma lateralização nas próximas semanas. Portanto, é fundamental a sustentação acima da média móvel de 21 dias. A próxima resistência é a região dos US$27.861, consolidação anterior que foi rompida e causou o movimento de queda de junho.

(TradingView/Lucas Costa/Reprodução)

*Lucas Costa é mestre em administração e economista pela Universidade Federal de Juiz de Fora, atuou como pesquisador acadêmico e professor nas temáticas de blockchain, criptomoedas e comportamento de consumo, sendo um dos fundadores do grupo de pesquisa Blockchain UFJF. Foi operador de câmbio em mesa proprietária com foco em análise técnica, e trader pessoa física em mercado futuro. Atualmente, é analista técnico CNPI do BTG Pactual digital, e apresenta a sala ao vivo de análises de maior audiência do Brasil.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok