Esporte

CBF decide afastar três árbitros após erros na primeira rodada do Brasileirão

André Luiz Skettino, Flávio Rodrigues de Souza e Yuri Elino da Cruz passarão por curso de reciclagem e ficarão fora por tempo indeterminado

Sede da CBF no Rio de Janeiro (Yasuyoshi Chiba/Getty Images)

Sede da CBF no Rio de Janeiro (Yasuyoshi Chiba/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 16 de abril de 2024 às 18h14.

Marcada por erros e atuações ruins de árbitros, a primeira rodada do Brasileirão 2024 fez a CBF afastar três nomes da competição. Após um encontro entre o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, e o presidente da comissão de arbitragem, Wilson Seneme, foi definido que três juízes estão fora dos próximos jogos: André Luiz Skettino, Flávio Rodrigues de Souza e Yuri Elino da Cruz.

Eles apitaram, respectivamente os jogos entre Atlético-GO e Flamengo, Vasco e Grêmio, e Corinthians e Atlético-MG. A partir de agora, todos passarão por um período de treinamento e um curso de reciclagem, e não atuarão em nenhuma série do Campeonato Brasileiro por tempo indeterminado. A informação foi dada inicialmente pelo jornalista Rodrigo Mattos, do "UOL".

O jogo que gerou maior repercussão e reação foi a vitória de 2 a 1 do Flamengo, em Goiânia, com uma série de lances duvidosos protagonizados por Skettino (MG), que extrapolaram as quatro linhas. Entre eles, está a expulsão do técnico do clube goiano, Jair Ventura, por ter ofendido a arbitragem, e o pênalti marcado em cima de Bruno Henrique no final da partida, que foi convertido por Pedro e deu a vitória ao rubro-negro.

— Foi um assalto. Uma vergonha. A máfia da arbitragem estava presente. O que esse cidadão de Minas Gerais veio fazer é uma vergonha — disse Adson Batista, o presidente do Atlético-GO.

Na Neo Química Arena, a arbitragem de Ferreira da Cruz (RJ) desagradou Corinthians e Atlético-MG no empate sem gols. O Galo divulgou nota oficial informando que entraria com uma reclamação formal à CBF por causa da expulsão do volante Battaglia, e pela entrada forte do lateral Fagner no meia Zaracho. Já o técnico do Corinthians, António Oliveira, foi expulso após a partida, por reclamar com os árbitros, enquanto dirigentes ofenderam Elino.

Já o Grêmio, em especial com seu vice de futebol, Antônio Brum, deixou São Januário revoltado com Flávio Rodrigues (SP), que teria deixado de marcar um pênalti a favor do time, mesmo após a consulta no VAR, em lance que a bola bateu no braço de Piton, do Vasco. O cruz-maltino venceu por 2 a 1.

Acompanhe tudo sobre:CBFBrasileirão

Mais de Esporte

Brasil é o país com o maior número de jogadores em transações do futebol mundial; veja valores

Grêmio x Internacional: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Cuiabá x Atlético-GO: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Mais na Exame