Acompanhe:

Luiz Felipe D'Ávila: tentativa de emplacar candidatura do Novo e agenda liberal

Quem é Luiz Felipe D'Ávila, candidato do Novo à Presidência da República

 (Ricardo Matsukawa/VEJA/VEJA)

(Ricardo Matsukawa/VEJA/VEJA)

D
Da Redação

Publicado em 15 de maio de 2022, 08h00.

Última atualização em 16 de agosto de 2022, 17h04.

Nome: Luiz Felipe D´Avila
Vice: Tiago Mitraud
Partido: Novo
Idade: 58 anos
Data de nascimento: 24/08/1963
Ocupação: bacharel em ciências sociais
Grau de instrução: mestrado
Estado civil: casado
Município de nascimento: São Paulo (SP)

Este conteúdo faz parte do guia de Eleições 2022 na EXAME. Clique aqui e veja tudo sobre as últimas pesquisas eleitorais, candidatos e notícias.


 

Resumo do candidato

Empresário e cientista social, Luiz Felipe D´Avila, de 58 anos, vem de uma família com tradição na política: é irmão do deputado estadual Frederico d’Avila (PSL-SP) e neto do ex-deputado federal João Pacheco Chaves (MDB-SP). A candidatura à Presidência da República pelo Novo foi confirmada em 30 de julho, com o deputado federal Tiago Mitraud (Novo-MG) de vice na chapa.

Fundador do Centro de Liderança Pública (CLP), organização sem fins lucrativos voltada à formação de novos quadros para a política e a administração pública, o ex-tucano Felipe D'Ávila, conhecido por coordenar o programa do ex-governador Geraldo Alckmin na campanha presidencial de 2018, tem percorrido o país para emplacar sua candidatura como representante da terceira via.

D´Avila também lidera a missão de reduzir as tensões no partido e aparar eventuais divergências, além da proporcionar uma maior projeção nacional do partido Novo. Um de seus maiores aliados nessa empreitada tem sido o governador Romeu Zema (Novo-MG), candidato à reeleição para o estado de Minas Gerais.

O partido espera superar o resultado obtido nas eleições de 2018, quando João Amoêdo, um dos fundadores da legenda, obteve 2,5% dos votos. Para isso, tem amplificado, durante viagens pelo país, bandeiras liberais como a maior presença da iniciativa privada na economia e as parcerias público-privadas em setores como educação, saúde e segurança pública.

Leia tudo sobre os candidatos a presidente 2022 e mais sobre eleições na EXAME.