Venda de materiais de construção cai 2,5% em fevereiro, diz Abramat

Por sua vez, a quantidade de pessoas empregadas na indústria nacional de materiais recuou 0,4% no mês

São Paulo — A indústria de materiais de construção no país começou o ano em baixa, com queda nas vendas pelo segundo mês consecutivo. As vendas do setor em fevereiro caíram 2,5% em comparação com o mesmo mês do ano passado. Já nos últimos 12 meses até fevereiro, as vendas acumularam crescimento de 0,3%. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

Por sua vez, a quantidade de pessoas empregadas na indústria nacional de materiais recuou 0,4% em fevereiro, mas ainda conserva elevação de 1,5% no acumulado dos últimos 12 meses.

Em seu levantamento, a Abramat avaliou que a concretização das expectativas em relação à economia – como aprovação de reformas estruturais, retomada de obras paradas e aquecimento de vendas do setor imobiliário e do varejo – será fundamental para nortear o desempenho do setor.

Apesar da baixa no começo do ano, a Abramat manteve sua projeção de fechar 2019 com crescimento de 2,0% em relação a 2018. No ano passado, as vendas no setor subiram 1,2%, patamar que ficou abaixo do inicialmente previsto pela associação, que esperava expansão de 1,5% a 2,0%.

Ainda assim, o dado foi considerado positivo, pois interrompeu uma sequência de três anos consecutivos de retração nas vendas de materiais pela indústria.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.