Rei da Espanha reduz próprio salário para ajudar país

O corte de 7,1% representa uma redução de 20,9 mil euros no salário do monarca

Madri – O rei Juan Carlos I da Espanha decidiu cortar em 7,1% seu salário bruto, assim como o do príncipe Felipe, herdeiro da Coroa, em linha com os cortes aplicados aos membros do governo do país, informaram nesta terça-feira fontes da Casa Real.

O monarca também decidiu diminuir no mesmo percentual as despesas de representação destinadas ao restante da Família Real espanhola.

O corte de 7,1% representa uma redução de 20,9 mil euros (R$ 52 mil) no salário do rei antes da tributação, e de 10,45 mil euros (R$ 26 mil) no caso do príncipe Felipe. Já os cortes em despesa anual de representação para os outros integrantes da Família Real também serão de 7,1%, o equivalente a 22,3 milhões de euros (R$ 55,6 milhões).

O chefe da Casa Real, cujo cargo conta com categoria equivalente a de um ministro, sofrerá um corte na mesma proporção. Os outros funcionários de alta função não vão receber o bônus de fim de ano, assim como o governo impôs a trabalhadores públicos, e hoje também foi anunciado que os deputados espanhóis não receberão em 2012 o abono de Natal, que equivale a 7,8% do salário anual dos parlamentares – segundo explicou em sua conta no Twitter o deputado Santiago Cervera. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.