Pedidos de falência caem 15% nos primeiros 4 meses de 2017

No acumulado dos últimos 12 meses, no entanto, houve elevação de 0,2% nos pedidos
Falência: os dados divulgados hoje (3) são da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e tem abrangência nacional (foto/Getty Images)
Falência: os dados divulgados hoje (3) são da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e tem abrangência nacional (foto/Getty Images)
A
Agência Brasil

Publicado em 03/05/2017 às 21:31.

Última atualização em 03/05/2017 às 22:28.

O número de pedidos de falência caiu 15% no país nos primeiros quatro meses de 2017, em comparação a igual período do ano passado.

No acumulado dos últimos 12 meses, no entanto, houve elevação de 0,2%. Os dados divulgados hoje (3) são da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e tem abrangência nacional.

A quantidade de falências decretadas no primeiro quadrimestre foi 1,6% menor do que o registrado em igual período de 2016. No acumulado dos últimos 12 meses, porém, houve elevação de 11,5%.

"É possível que as empresas passem a revelar melhores resultados dos indicadores de solvência, uma vez superado o período de baixa atividade econômica, restrição ao crédito, redução do consumo e outros fatores. A tendência é de recuperação da capacidade das empresas arcarem com seus compromissos financeiros", disse a empresa, em nota.

A Boa Vista SCPC reune informações comerciais e cadastrais de mais de 130 milhões de empresas e consumidores.

O número de pedidos de recuperação judicial no primeiro quadrimestre tiveram forte recuo, de 28,3%. No entanto, no acumulado dos últimos 12 meses, ocorreu elevação de 3,7%.

A quantidade de recuperações judiciais decretadas também caiu nos primeiros quatro meses, com retração de 18,5% em relação ao mesmo período de 2016. Já no acumulado dos últimos 12 meses, houve elevação de 12%.