Economia

CPI: inflação nos EUA cai 0,1% em junho; taxa anual desacelera para 3%

Os dados vieram abaixo das estimativas do mercado, que esperava alta mensal de 0,1% e anual de 3,1%

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 11 de julho de 2024 às 10h13.

Última atualização em 11 de julho de 2024 às 10h18.

Tudo sobreInflação
Saiba mais

O CPI (Índice de Preços ao Consumidor) dos Estados Unidos caiu 0,1% em junho, informou nesta quinta-feira, 11, o Departamento de Estatísticas do Trabalho. O resultado significa uma desacelaração na comparação anual. Nos últimos 12 meses até junho, o índice ficou em 3%. Os dados vieram abaixo das estimativas do mercado, que esperava alta mensal de 0,1% e anual de 3,1%.

Em junho, o núcleo da inflação, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, teve altas de 0,1% no mês e de 3% na base anual, abaixo do consenso do mercado. 

Segundo os dados com ajustes sazonais, a inflação da gasolina caiu 3,8% em junho, depois de queda de 3,6% em maio. O preço da energia elétrica caiu 2%, repetindo o dado de maio. Os alimentos, por sua vez, subiram 0,2% no mês, enquanto o índice de alimentação fora de casa aumentou 0,4%, e o alimento em casa subiram 0,1%.

A inflação nos EUA chegou a 9,1% ao ano em junho de 2022, na esteira da crise gerada pela pandemia. O CPI de junho aponta para uma tendência de queda após altas em fevereiro e março. A meta do Fed, o banco central americano, é trazer a inflação para 2%.

A queda da inflação americana pode mudar a postura do Fed, que tem mantido os juros mais altos nos EUA. Essa situação fortalece o dólar frente a outras moedas, atrai mais capitais ao país e afeta outras partes do mundo, como o Brasil, que passam a ter mais dificuldade para captar recursos. A alta nos juros americanos também influencia a queda na taxa de juros do Brasil.

Acompanhe tudo sobre:InflaçãoEstados Unidos (EUA)Fed – Federal Reserve System

Mais de Economia

Banco Central aprimora regras de segurança do Pix; veja o que muda

Banco Central da China surpreende e corta suas principais taxas de juros

Boletim Focus: mercado eleva projeção do IPCA para 2024 de 4% para 4,05%

Plano Real, 30 anos: Como o plano saiu do papel? Veja 3º episódio da série da EXAME

Mais na Exame