Braga sugere que consumidor economize energia elétrica

Ministro disse ainda que, com a bandeira tarifária, há uma transparência maior e mais informações para o consumidor, que pode planejar o seu uso

Brasília - O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, recomendou aos consumidores que poupem energia em suas casas.

O ministro negou a necessidade de um racionamento de energia, mas disse que a atitude seria "importante" pois o regime de chuvas está "alterado" e o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas está mais baixo agora do que em 2014, ano em que o país enfrentou uma seca prolongada.

Questionado se o risco hidrológico exigiria um racionamento, ele, no entanto, negou.

"Do mesmo jeito que nós estamos tendo a realidade em São Paulo, em que o consumidor está tendo que reduzir o gasto de água porque há um problema hídrico, o setor elétrico está sendo vítima do ritmo hidrológico", afirmou.

"Não é racionamento. Nós temos energia. Ela existe, mas é cara", acrescentou.

Ele disse ainda que, com a bandeira tarifária, há uma transparência maior e mais informações para o consumidor, que pode planejar o seu uso.

Para o ministro, existem dois tipos de ineficiência energética.

"Temos ineficiências que estão da porta para dentro da residência e outras que estão da porta para fora e que nós estamos combatendo", afirmou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.