Pfizer prevê implantação de vacina contra covid-19 na América Latina

Empresa pediu aos EUA autorização para uso emergencial do produto e quer implantá-lo rapidamente em outras regiões

A farmacêutica norte-americana Pfizer espera lançar rapidamente sua vacina experimental contra a covid-19 na América Latina, assim que receber autorização de emergência nos Estados Unidos. De acordo com um executivo sênior da companhia, isso poderia ocorrer já em dezembro. Para Alejandro Cané, chefe de assuntos científicos e médicos da divisão de vacinas da Pfizer para a América do Norte, a América Latina e outras partes do mundo deveriam ter um “cronograma semelhante” ao dos Estados Unidos.

“No início a ideia é ter a vacina autorizada nos Estados Unidos”, declarou. “Estamos confiantes de que nas próximas semanas ou meses teremos a vacina em uso não só nos EUA e na Europa, mas também em países da América Latina,”, declarou.

A Pfizer solicitou esta semana aos reguladores de saúde dos EUA autorização para uso de emergência de sua vacina contra a covid-19, o primeiro pedido desse tipo, que marca um grande passo para fornecer proteção contra o vírus mortal.

O número de casos de Covid-19 nos Estados Unidos estava perto de ultrapassar 12 milhões neste sábado, poucos dias antes do feriado de Ação de Graças, que, segundo especialistas, pode contribuir para a disseminação da infecção em todo o país.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.