Casual

Vanessa Stefani é eleita enóloga do ano 2023, a primeira mulher a receber o título

Vanessa faz parte da equipe técnica da Vinícola Geisse, no RS, e trabalha no controle de qualidade, análises químicas e acompanhamento da elaboração de espumantes

Vanessa Stefani e Ricardo Morari: presidente da ABE entrega prêmio (Jeferson Soldi/Divulgação)

Vanessa Stefani e Ricardo Morari: presidente da ABE entrega prêmio (Jeferson Soldi/Divulgação)

Gilson Garrett Jr.
Gilson Garrett Jr.

Repórter de Casual

Publicado em 23 de outubro de 2023 às 18h05.

Última atualização em 23 de outubro de 2023 às 18h14.

A Associação Brasileira de Enologia (ABE) elegeu Vanessa Stefani como a Enóloga do Ano 2023. É a primeira vez que uma mulher recebe o título desde que a entidade criou o prêmio, em 2004. Vanessa faz parte da equipe técnica da Vinícola Geisse, no Rio Grande do Sul, e trabalha no controle de qualidade, análises químicas e acompanhamento da elaboração de espumantes pelo método tradicional, desde 2008. Atualmente, a ABE tem 333 enólogos associados em todo o país. Deste total, 70 são mulheres, ou seja, 21%.

Na trajetória, a Enóloga do Ano acumula experiências na Vinícola Perini e na Bacardi Martini do Brasil. Formada em enologia, é mestranda em Viticultura e Enologia. É diretora cultural da ABE e jurada de diversos concursos de vinhos, com passagem por países como Argentina, Eslovênia e Portugal. Também foi degustadora de seleção da Avaliação Nacional de Vinhos por 13 edições.

A escolha seguiu um regulamento de três etapas. Na primeira, todos associados puderam votar livremente, levando em consideração critérios como formação, trabalho em prol do profissional de enologia, experiência na atividade e ser associado a ABE.

Na segunda etapa, com três nomes mais votados, foi feita uma análise do currículo, considerando as experiências, formação e reconhecimento. Em uma terceira etapa, um comitê formado pelos que já foram homenageados em anos anteriores, atribuíram uma nova pontuação, considerando a percepção que o grupo tinha dos três profissionais. Todas essas etapas somadas conferiram o resultado.

Os melhores enólogos do Brasil

  • Enólogo do Ano 2004 – Antônio Czarnobay
  • Enólogo do Ano 2005 – Gilberto Pedrucci
  • Enólogo do Ano 2006 – Firmino Splendor
  • Enólogo do Ano 2007 – Adriano Miolo
  • Enólogo do Ano 2008 – Ismar Pasini
  • Enólogo do Ano 2009 - Nauro José Morbini
  • Enólogo do Ano 2010 – Lucindo Copat
  • Enólogo do Ano 2011 – Daniel Dalla Valle
  • Enólogo do Ano 2012 – Dirceu Scottá
  • Enólogo do Ano 2013 – Juliano Daniel Perin
  • Enólogo do Ano 2014 – Delto Garibaldi
  • Enólogo do Ano 2015 – Christian Bernardi
  • Enólogo do Ano 2016 – Flávio Angelo Zílio
  • Enólogo do Ano 2017 – Carlos Abarzúa
  • Enólogo do Ano 2018 – Cedenir Fortunatti
  • Enólogo do Ano 2019 – Leandro Santini
  • Enólogo do Ano 2020 – Edegar Scorteganga
  • Enólogo do Ano 2021 – Alejandro Alberto Cardozo Rapetti
  • Enólogo do Ano 2022 – Bruno Motter
  • Enóloga do Ano 2023 – Vanessa Stefani
Acompanhe tudo sobre:Vinhoscomida-e-bebida

Mais de Casual

Temporada das trufas: 12 restaurantes em São Paulo para provar pratos com a iguaria

Marcas de beleza chinesas fecham as portas devido à forte concorrência

Smorgasburg: maior festival de comida de rua tem ingressos gratuitos

O segredo que a GM guarda e que deve mexer no mercado de carros no Brasil

Mais na Exame