Acompanhe:

Tráfego aéreo da Europa chega em 2022 a 83% do nível pré-covid

Companhias aéreas e aeroportos registraram 2 bilhões de passageiros em 2022, ante 2,42 bilhões em 2019, com fortes "disparidades" entre países e empresas

Modo escuro

Continua após a publicidade
A Alemanha, por exemplo, atingiu 75% do nível de tráfego que tinha antes da crise em 2022 (AFP/AFP)

A Alemanha, por exemplo, atingiu 75% do nível de tráfego que tinha antes da crise em 2022 (AFP/AFP)

A
AFP

Publicado em 2 de janeiro de 2023 às, 14h02.

O tráfego aéreo europeu atingiu, no ano passado, 83% do nível que tinha em 2019, antes da pandemia de covid-19, uma recuperação "sólida" impulsionada por companhias de baixo custo e destinos no sul da Europa — anunciou o Eurocontrol nesta segunda-feira (2).

O órgão que monitora o tráfego aéreo adiou em um ano, até 2025, sua estimativa da data de retorno do nível pré-crise, devido à fragilidade da recuperação da economia e ao risco de que persista a guerra lançada pela Rússia contra a Ucrânia.

Companhias aéreas e aeroportos registraram 2 bilhões de passageiros em 2022, ante 2,42 bilhões em 2019, com fortes "disparidades" entre países e empresas. Estes números incluem todas as partidas e chegadas ao território europeu.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos pra você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

A Alemanha, por exemplo, atingiu 75% do nível de tráfego que tinha antes da crise em 2022, contra 86%, na França; 91%, na Espanha; e 96%, em Portugal. Já na Grécia, o tráfego aéreo chegou a 101% do volume de três anos atrás.

Segundo dados fornecidos pelas empresas, as companhias aéreas de baixo custo saíram mais fortalecidas da crise, alcançando 85% do tráfego em relação a 2019, ante 75% das companhias aéreas tradicionais.

"Em 2022, a aviação europeia resistiu à tempestade", resumiu o Eurocontrol.

A agência projeta que o número de voos anuais na zona chegará este ano a 92% do nível de 2019. Antecipa, no entanto, um ano “difícil”, pelo desafio de limitar os atrasos, um problema que afetou muitos viajantes no início do verão (boreal) de 2022.

LEIA TAMBÉM:

Ataque a obras, NFTs e leilões recordes marcaram a arte em 2022

Gosta das cervejas amargas? Saiba que as azedas são as novas amargas

Últimas Notícias

Ver mais
Precisão e diversão: TAG Heuer apresenta relógio para entusiastas do golfe
Casual

Precisão e diversão: TAG Heuer apresenta relógio para entusiastas do golfe

Há 4 horas

Oscar 2024: relembre o tapa de Will Smith durante a cerimônia de premiação
Casual

Oscar 2024: relembre o tapa de Will Smith durante a cerimônia de premiação

Há 6 horas

Parmegiana, polpetone e pizza: chefs comentam a fusão gastronômica do Brasil com a Itália
Casual

Parmegiana, polpetone e pizza: chefs comentam a fusão gastronômica do Brasil com a Itália

Há 21 horas

Angelina Jolie e Alicia Keys: os novos musicais da Broadway em 2024
Casual

Angelina Jolie e Alicia Keys: os novos musicais da Broadway em 2024

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais