Roma, Bangcoc e Nova York são eleitas as cidades mais sujas do mundo

Segundo a pesquisa anual da revista, a Time Out Index, foram entrevistadas 27 mil pessoas de diversas cidades do mundo sobre diferentes tópicos
 (AFP/AFP)
(AFP/AFP)
J
Julia StorchPublicado em 17/09/2021 às 09:30.

Ainda que estejam na lista das 37 cidades melhores cidades do mundo, Roma, Nova York e Bangcoc foram eleitas as três cidades mais sujas do globo pela revista Time Out.

Seu dinheiro está seguro? Aprenda a proteger seu patrimônio

Segundo a pesquisa anual da revista, a Time Out Index, foram entrevistadas 27 mil pessoas de diversas cidades do mundo sobre diferentes tópicos. A pesquisa já havia revelado as ruas mais legais do mundo, incluindo São Paulo com a 7ª colocação

Além dos assuntos de cultura e bem-estar, a revista focou neste ano em temas como esforços da comunidade local, espaços verdes e sustentabilidade. 

Roma, a cidade eterna, ficou em primeiro lugar na avaliação negativa sobre a limpeza da cidade. Já na avaliação das melhores cidades do mundo, a capital italiana ficou na 33ª posição.

Ciclovias novas, scooters elétricas disponíveis para aluguel e diversos restaurantes ao ar livre foram alguns dos pontos que os moradores da cidade elegeram como positivos. 

Segundo a revista, “Cerca de 90% dos habitantes disseram que Roma é um bom local para se consumir cultura, e as novas opções de pré-reserva nos principais museus e atrações da cidade estão ajudando a oferecer uma experiência segura e agradável para os viajantes”.

Já Bangcoc, escolhida por 96% dos residentes como uma capital gastronômica, não tirou a melhor pontuação quanto a limpeza da capital tailandesa. Assim, a capital tailandesa foi eleita a 2ª cidade mais suja do mundo.

Embora Nova York tenha conquistado boas notas em outras áreas e sido considerada uma das cidades "mais empolgantes" do mundo, 55% dos moradores da metrópole também acham que a cidade é uma das mais sujas do mundo. 

“Os nova-iorquinos deixam seu lixo na lateral da rua e geralmente você pode encontrar pratos e copos descartados na calçada e, claro, às vezes, ao entrar em uma estação de metrô parece que você está preso em um videogame de terror”, pontuou a publicação.