Casual
Acompanhe:

Picanha brasileira fica em segundo lugar como melhor prato do mundo

Prato brasileiro disputou com 100 outras comidas tradicionais

Picanha: o corte brasileiro ganhou destaque, seguido de outras iguarias como vaca atolada, moqueca e feijão tropeiro (Mauro Holanda / Delícias da Calu/Divulgação)

Picanha: o corte brasileiro ganhou destaque, seguido de outras iguarias como vaca atolada, moqueca e feijão tropeiro (Mauro Holanda / Delícias da Calu/Divulgação)

A
Agência Brasil

7 de janeiro de 2023, 16h15

A picanha brasileira conquistou o segundo lugar em um ranking com as 100 melhores comidas tradicionais do mundo, o Tasteatlas Awards 2022. Dados do governo federal mostram que o país produz 9,7 milhões de toneladas de carne bovina e exporta 25% da produção.

Outro prato brasileiro que obteve destaque no levantamento foi a vaca atolada, comida típica caipira que ficou em 29º no ranking. O prato sul mato-grossense é composto por uma combinação de carne bovina e mandioca.

De acordo com o Ministério do Turismo, o pescado brasileiro também se posicionou bem na premiação, com a moqueca em 49º lugar no Tasteatlas Awards 2022. O prato normalmente é feito com camarão e peixes como badejo, robalo, dourado e cação.

O último prato brasileiro a aparecer no levantamento é o feijão tropeiro, típico em São Paulo, Minas Gerais e Goiás. A comida mistura feijão, carne seca, toucinho e farinha de mandioca ou de milho.

Dados da Organização Mundial do Turismo mostram que a gastronomia é o terceiro principal motivo da realização de viagens em todo o planeta.