Acompanhe:

Papéis de divórcio de John Lennon mostram um pai agressivo

O texto de cinco páginas, divulgado neste sábado por uma casa de leilões britânica, é baseado no testemunho de Dorothy Jarlett, a empregada da família

Modo escuro

Continua após a publicidade

	John Lennon: o músico morreu aos 40 anos em Nova York, em dezembro de 1980
 (Getty Images)

John Lennon: o músico morreu aos 40 anos em Nova York, em dezembro de 1980 (Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 14 de fevereiro de 2015 às, 12h32.

Londres - Um documento redigido em 1968 pelos advogados da primeira esposa do músico John Lennon, Cynthia, que permanecia oculto até agora, apresenta o ex-Beatle como um pai agressivo que consumia drogas e traía a mulher.

O texto de cinco páginas, divulgado neste sábado por uma casa de leilões britânica, é baseado no testemunho de Dorothy Jarlett, a empregada da casa que convivia com a família do músico quando começou o processo de divórcio entre Lennon e Cynthia.

Jarlett relatou aos advogados que John abusava cada vez mais das drogas, sofria mudanças de humor repentinas e repreendia com agressividade seu filho Julian, que tinha na época cinco anos.

O documento detalhou ainda como Jarlett encontrou o músico na cama com Yoko Ono quando Cynthia estava viajando.

A empregada fez essa declaração no escritório de advogados londrino 'Herbert Oppenheimer, Nathan and Vandyk', que remeteu a ela uma minuta do texto que conservou até sua morte, no ano passado.

Antes que um juiz ditasse uma sentença de divórcio, o casal chegou a um acordo pelo qual o músico se comprometeu a pagar 100 mil libras a Cynthia e deu a ela a custódia de Julian.

'Até o verão de 1967 pensava que o casal era razoavelmente feliz. Há um ano o senhor Lennon não parece tão disposto como antes a levar a senhora Lennon a diversas atuações, gravações no estúdio, etc', narrou Jarlett no documento.

'A atmosfera parece que mudou, parece que há mais tensão. A senhora Lennon está com frequência deprimida e infeliz', detalhou a empregada, que trabalhou durante quatro anos para a família.

Jarlett afirmou que as mudanças no lar dos Lennon começaram 'alguns meses depois de ele começar a consumir drogas'.

'Sei disso porque comecei a encontrar droga em diversas partes da casa. Era claro para mim que o senhor Lennon fumava maconha. Todos esperávamos que fosse uma fase', continuou no depoimento, que sairá a leilão em 24 de março por um valor estimado de 5 mil libras (R$ 22 mil) na casa de leilões Ômega Auctions, em Cheshire, no oeste da Inglaterra. 

Últimas Notícias

Ver mais
A estratégia da Jose Cuervo para que a tequila seja lembrada para além do shot
Casual

A estratégia da Jose Cuervo para que a tequila seja lembrada para além do shot

Há 6 horas

Accor: rede francesa planeja inaugurar 12 hotéis no Brasil até o fim do ano
Casual

Accor: rede francesa planeja inaugurar 12 hotéis no Brasil até o fim do ano

Há 20 horas

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana
Casual

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana

Há um dia

A dama das artes: Raquel Arnaud comemora 50 anos de galeria com restrospectiva
Casual

A dama das artes: Raquel Arnaud comemora 50 anos de galeria com restrospectiva

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais