Casual

Limpeza dental ajuda a reduzir risco de infarto, diz estudo

Cientistas acreditam que limpeza constante impede inflamações que podem causar problemas no coração

Os cientistas descobriram uma relação direta entre a limpeza dos dentes e uma incidência menor de infarto e AVC (AFP/Arquivo / Attila Kisbenedek)

Os cientistas descobriram uma relação direta entre a limpeza dos dentes e uma incidência menor de infarto e AVC (AFP/Arquivo / Attila Kisbenedek)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de novembro de 2011 às 16h26.

Washington - Limpar os dentes regularmente não só garante um sorriso brilhante, mas também ajuda a reduzir os riscos de infarto e acidente vascular cerebral, revelou estudo publicado este domingo durante encontro da American Heart Association em Orlando, Flórida (sudeste).

Os cientistas descobriram que as pessoas cujos dentes foram limpos por dentista ou profissional apresentavam 24% menos riscos de sofrer um ataque do coração e 13% menos de sofrer um derrame do que aqueles que nunca fizeram limpeza dental em um dentista.

Para o estudo, realizado no hospital geral de veteranos de Taipé, em Taiwan, foram coletadas amostras de 100.000 pessoas, que foram acompanhadas por 7 anos.

Os cientistas consideraram a limpeza dental frequente quando ocorriam pelo menos duas vezes a cada dois anos ou mais, e ocasionais se ocorriam uma ou menos de uma vez a cada dois anos.

A limpeza profissional dos dentes parece reduzir a inflamação provocada pela proliferação de bactérias, que pode provocar infartos e derrames cerebrais, explicou a doutora Emily (Zu-Yin) Chen, cardiologista do hospital de veteranos.

Acompanhe tudo sobre:DoençasDoenças do coraçãoSaúde

Mais de Casual

Parada LGBT+ 2024 em SP: as atrações musicais que vão estar nos trios na Avenida Paulista

Série, livro e exposições: três seleções culturais para aproveitar o feriado

Dia dos Namorados: 26 restaurantes para comemorar a data em São Paulo

Maratona do Rio: recordes de inscritos e patrocinadores

Mais na Exame