Jornal espanhol lista sete erros de Tite que eliminaram o Brasil na Copa

Segundo a publicação, o técnico da seleção brasileira "falhou miseravelmente" ao apostar todas as suas fichas em Neymar.

São Paulo - O jornal espanhol "As" listou sete erros de Tite que, segundo a publicação, podem explicar a eliminação do Brasil da Copa da Rússia.

Erro de planejamento tático contra o time da Bélgica. Primeiro, o texto diz que o técnico da seleção brasileira se equivocou seriamente quanto à abordagem que usou para enfrentar a seleção belga, e o técnico Roberto Martínez se aproveitou disso. "O técnico do Canarinho preparou a equipe para atuar nos espaços que achava que existiriam nas costas de De Bruyne, mas não contou que Martinez ultrapassaria seu melhor meio-campista e colocaria Fellaini no pivô, deixando um enorme espaço entre Fernandinho e a defesa brasileira".

Falta de liderança dentro e fora de campo. O sistema de rotação de capitães de Tite era interessante no início, segundo a publicação, mas, depois, revelou um "medo inexplicável" do treinador em escolher um líder. "Ou (significa) simplesmente que esse líder não existia", acrescenta o texto.

A aposta cega em Neymar. Segundo a publicação, o técnico da seleção brasileira "falhou miseravelmente" ao apostar todas as suas fichas em Neymar. "Não só o atacante não jogou no nível que era esperado dele, mas mostrou um total descontrole emocional em grande parte da competição", diz o texto.

A insistência com seus protegidos. "Tite morreu abraçado com seus protegidos na Rússia", destacou a publicação. O fato de o técnico brasileiro ter insistido em Gabriel Jesus e em manter Paulinho na linha de partida foi criticado pelo jornal: "o atacante (Jesus) que não marcou gols (...) e não criou oportunidades, mantido na equipe por 'seu trabalho tático' e 'seu esforço'".

Falta de critério para decidir entre Filipe Luís e Firmino. Ao citar o retorno de Marcelo, contundido no início dos jogos, na partida contra a Bélgica, publicação defende que o Filipe Luís deveria ter sido mantido na equipe titular por mérito. "Foi um dos melhores jogadores do Brasil contra a Sérvia e o México, adicionando força defensiva e táticas à equipe, além de uma excelente contribuição ofensiva para quebrar as linhas rivais." Já sobre Firmino, o jornal diz que "foi um dos melhores atacantes da temporada européia com o Liverpool e, toda vez que entrou, acrescentou verticalidade ao ataque brasileiro".

As lesões e os lesionados. Para a publicação, a decisão de Tite em apostar em vários jogadores que se recuperavam de lesões foi muito arriscada. "A intensidade do treinamento e a sobrecarga física nos jogadores foram questionadas em mais de uma ocasião na concentração brasileira e geraram tensão entre os membros da comissão técnica e alguns jogadores de futebol."

Falta de opções no banco. O último erro listado está ligado ao item anterior, segundo a publicação.  "O Brasil perdeu trocas de qualidade, principalmente no meio-campo e no ataque. Tite reconheceu que não usou Fred durante a Copa do Mundo por causa da lesão (...). Tite optou por manter um jogador lesionado na lista, enquanto um jovem talento como Arthur assistiu à Copa do Mundo no sofá em casa".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.